[FECHAR]

07/11/2012

# Anne Rice # Clarice Lispector

Anne Rice - Entrevista com o vampiro - Editora Artenova


Leituras de Rebecca nº 24
Tradutor: Clarice Lispector

Uma história que começa com a ousadia de um jovem repórter ao entrevistar Louis de Pointe du Lac, nascido em 1766 e transformado em vampiro pelo próprio Lestat, figura apaixonante que terminará, ao longo da série, arrebatando multidões como cantor de rock. Louis, esse vampiro que se recusa a livrar-se das características humanas e aceitar a crueldade e a frieza que marcam os vampiros, continua a contar a história desde o início. É um mundo de uma fantasia impressionante, um mundo gótico, romântico, esse criado por Anne Rice e traduzido por Clarice Lispector. O texto da autora americana não poderia ter melhor intérprete, talvez mesmo cúmplice. 

Eu conhecia o filme muito antes de saber que existia Anne Rice e quando descobri o livro, ela virou uma das minhas autoras prediletas. No livro há muito mais sobre os personagens e cenas não não tiveram chance no filme. Conheci uma Nova Orleans de mais de 100 anos atrás e todo o contexto que levou Louis a querer tomar uma deciso que mudaria drasticamente sua vida. 

Ele conta como se tornou um vampiro ou "Nasceu para a escuridão". Louis é transformado em vampiro por Lestat, e logo depois desconfia que isso aconteceu para que ele pudesse desfrutar de sua riqueza. Achei Louis ingênuo apesar do momento triste que se encontrava antes de conhecer Lestat. Depois que ele se depara com a realidade e a rotina de um vampiro, ele fica desesperado em preservar o que restou de sua humanidade enquanto Lestat despreza os seres humanos. Quando Claudia entra para a "família", os conflitos pioram pois ela descobre que seu destino não é como ela esperava e, apesar do amor e dedicação de Louis, ela se transforma em um personagem bem malévolo. Medo! Tenha medo do que essa guria faz!

Então Louis conhece Armand, que não é qualquer vampiro, ele é "O" vampiro! Poderoso, sedutor e belo, ele oferece tudo para Louis que queria apenas esquecer de tudo. Pense no drama! 

Louis é um vampiro ressentido, dramático e "deixa a vida (ou morte) me levar", muita coisa precisa acontecer para ele se revoltar e aceitar seu lado sombrio, finalmente ele toma as rédeas de seu destino, dita as próprias regras e mostra quem é que manda. 

Entrevista com o vampiro é um livro apaixonante, cativante e cheio de vampiros maravilhosos, recomendo muito!

4 comentários:

  1. Olá. Adorei sua resenha. Tenho o livro parado aqui e me deu uma grande vontade de lê-lo. Bjnhs

    ResponderExcluir
  2. Faz um pouco mais de uns bons três meses que estou tentando terminar de ler este livro. Achei ele bem chato, achei o Louis chato e a Cláudia intragável! A única parte boa era o Leslat... =(

    ResponderExcluir
  3. Eu vi o filme e não gostei muito. Sei lá achei a história tão estranha e sem graça.
    Mais pelo que li em sua resenha, o livro e muito bom.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  4. Eu assisti ao filme e gostei muito, mas nada se compara com a leitura da trama no livro. Vou querer ler esse livro. Gostei do post e da resenha.

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM