[FECHAR]

10/08/2017

# Amazon # Autor (a) Nacional

José Roberto Porto - Ao cair da tarde - Publicação Independente


Leituras de Ilca #28


Esta seleção de contos é uma mistura de imaginação, realidade, reminiscências, ficção e uma pitada de humor. Neste conjunto, espero ter encontrado o equilíbrio para torná-lo harmonioso.
Como no meu livro anterior, o romance “O bilhete de Clara”, procurei mostrar os personagens como pessoas comuns, navegando nos meandros do cotidiano.
O título deste livro é uma pequena homenagem ao meu avô Benedito Batista da Silva, homem maravilhoso de poucas letras e muita sabedoria. Certa ocasião, em uma de nossas conversas, ele fez uma analogia interessante sobre as estações do ano e a vida. Isso ficou em minha memória e originou o conto “Ao cair da tarde”.
“O assobio”, “Meio de semana” e “Feras acuadas” foram desenvolvidos a partir de poesias homônimas constantes no meu livro “Prelúdio”. O próximo passo? Ainda não sei.
A única certeza que tenho, se a vida me der outra oportunidade, é que nos encontraremos em outras páginas, com outros personagens, outras histórias e o mesmo carinho de sempre por todos vocês.
Espero que gostem.

Bem vindos ao "Românticas Digital"!
Sempre que pudermos, traremos a resenha de um e-book pra vocês! 
Espero que gostem!





Obra composta por vários contos fantásticos que nos fazem ver a vida de ângulos diferentes. Dentre os mais diversos temas apresentados vemos as múltiplas facetas do sentimento humano nas situações mais aleatórias possíveis. Nossos encantos vão de um baile luxuoso ao carrossel e sua mágica infantil na mesma proporção em que vemos nossas lágrimas jorrarem com um camafeu esquecido.

Somos tomados por personagens que subitamente roubam nossas corações com suas trajetórias e até mesmo somos sequestrados por contos sem um nome sequer.

Para finalizar essa apoteose de emoção o autor nos presenteia com um alerta que nos leva a viver ,e não apenas respirar.

"Já passou da hora de pararmos um pouco com a loucura da pressa dos tempos atuais, onde tudo tudo é instantâneo e efêmero. Hoje não se tem mais tempo para perceber as sutilezas e as belezas que ocorrem na simples rotina do dia-a-dia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM