[FECHAR]

02/01/2009

# Destinos # Leituras de Carol

Myrna Mackenzie – Regras de Proteção – Harlequin Destinos 31 (Fortune Texas – O Encontro)







Leituras de Carol nº 80 (Myrna Mackenzie – Regras de Proteção)


Natalie é uma jornalista (por isso peguei esse livro) e presencia um assassinato, o assassino é preso, mas foge e ela está em perigo. Vincent Fortune (dono de uma empresa de segurança) será o encarregado de protegê-la. E (clarooooo) surge aquela atração louca... o "pobre" Vincent às voltas com a questão ética, afinal Natalie é cliente dele.

Natalie deveria ter uma plaquinha dizendo "perigo, venha até mim" (risos). A mulher se mete em várias situações perigosas porque está fazendo uma matéria para ajudar os velhinhos que moram no prédio dela. Dá um trabalho enorme ao Vincent que tem que segurar, além da atração por ela, a tendência a se meter em confusão.

O fato da autora ter dito que o Vincent é enormeeeeeee (risos), tudo bem que sou péssima em proporção, mas mesmo sem especificar a altura do mocinho dá para imaginar o quão grande ele é.

Gostei dos diálogos entre os dois... exemplo:

"- Ótima tentativa, Natalie, mas tenho todo o tempo do mundo. Sou todo seu.

Natalie de repente se entiu enrubescer. Justo ela que nunca ficava corada. Cerrando os dentes. Forçou um largo sorriso, e disse:

- Muita generosidade sua, Vincent, mas não tenho certeza se consigo dar conta de você por inteiro"

Recomendo!!!

Obs.: Só não gostei do final, foi muito abrupto.

Ler livro que faz parte de saga sem lê-la toda é quase uma consumição, porque os outros personagens dos próximos livros (e também de anteriores aparecem) e você fica curiosa, mas essa saga é grande demais para eu fazer (36 livros!!!).

Resumo:

A jornalista investigativa Natalie McCabe testemunhou um assassinato. Eis que, então, Jason Jamison, o homem que ela viu matar a esposa, escapa da prisão e a vida de Natalie corre perigo.

Felizmente, seu novo guarda-costas, Vincent Fortune, pode mantê-la em segurança, desde que siga as regras ditadas por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM