[FECHAR]

10/12/2021

Júlia Quinn - Uma noiva rebelde - Arqueiro

10.12.21 0 Comments

 


Leituras de Flavinha nº 700


Ela tinha duas opções…

Georgiana Bridgerton nunca foi contra a ideia de se casar. Ela só achava que sua opinião seria levada em conta na hora de escolher o noivo. Mas quando sua reputação está por um fio, Georgie precisa decidir: ou aceita ser uma solteirona pelo resto da vida ou se casa com o vigarista que a sequestrou de olho em seu dote.

Mas de repente surge uma terceira opção

Quarto filho de um conde, Nicholas Rokesby está estudando medicina em Edimburgo e não tem o menor interesse em arrumar uma esposa nesse momento. Mas quando descobre que Georgie, sua amiga de infância, corre o risco de ficar arruinada para sempre, ele sabe o que deve fazer.

Depois do escândalo...

Só que os dois sabem que nunca conseguiriam se ver como mais do que bons amigos. Não é?

Ao embarcarem num jogo de conquista nada convencional, repleto de diálogos impagáveis e coadjuvantes carismáticos – entre eles três gatos cheios de personalidade –, Nicholas e Georgie vão descobrir que muitos encantos da vida já estão bem na nossa frente.




A Georgie é uma.mocinha fascinante! Fora dos padrões da época, a Júlia conseguiu fazer uma mocinha cativante e divertida.  O livro não tem grandes reviravoltas ou algo surpreendente, é aquele romance gostosinho que estamos acostumadas a ler, em que o casal vai se conhecendo e se descobrindo (os dois são inexperientes), com algumas passagens muito divertidas!


Uma história leve e fluída, que quando a gente menos espera acabou. Um ótimo livro para finalizar essa série!


Recomendo!



Série Os Rokesbys 
1 - Uma Dama Fora dos Padrões
2 - Um Marido de Faz de Conta
3 - Um Cavalheiro a Bordo
4 - Uma noiva rebelde

08/12/2021

Mary Balogh - Um amor e nada mais - Arqueiro

8.12.21 0 Comments

 

Leituras de Fátima n° 28


Pela primeira vez desde a morte da esposa, George Crabbe, o duque de Stanbrook, está cogitando se casar de novo. Quando pensa no assunto, tudo que lhe vem à mente é uma mulher que conheceu um ano antes e nunca mais viu.

Dora Debbins perdeu toda a esperança de se casar quando um escândalo na família a afastou dos salões da sociedade e a obrigou a se dedicar à irmã mais nova. Aos 39 anos, está resignada à rotina de professora de música em um vilarejo até que o inesperado pedido de casamento do duque vem mudar tudo o que planejou para seu futuro.

O que Dora não sabe é que aquele conto de fadas oculta um segredo terrível. Será que esse amor recém-descoberto sobreviverá aos erros do passado?



 

O último livro dessa série que me conquistou e a todos é perfeito! Vamos conhecer mais a fundo a história de George, um homem com um coração enorme! Ele é aquele que abriga e que aconselha, mas ele também carrega seus traumas (que são bem fortes) o que o faz usar mais da "praticidade" ao decidir se casar.


Dora, a irmã mais velha de Agnes, é a escolhida por George para ser sua esposa. 


Sim, eles terão algumas dificuldades no início dessa relação, o que é plausível com o passado e o trauma que carregam, mas no final eu achei um bom casal e um bom romance para finalizar essa série maravilhosa!


Bom também saber sobre os outros personagens da série!


Enfim, série linda que eu recomendo!



Série Os Sobreviventes
1 - Uma proposta e nada mais
2 - Um acordo e nada mais
3 - Uma loucura e nada mais
4 - Uma paixão e nada mais
5 - Uma promessa e nada mais 
6 - Um beijo e nada mais 
7 - Um amor e nada mais 

06/12/2021

Julia Quinn - Brilhante - Arqueiro

6.12.21 0 Comments


Leituras de Fátima nº 27


Quando um pretendente diz a lady Belle que, por conta da beleza e da fortuna dela, está disposto a fazer vista grossa para as suas chocantes tendências intelectuais, ela decide se afastar do mercado casamenteiro e passar uma temporada no campo.

Belle não imaginava que, durante sua estadia, fosse conhecer lorde John Blackwood, um herói de guerra que a deixaria fascinada como nenhum outro homem da alta sociedade londrina fora capaz.

Apesar de já ter vivido coisas terríveis, nada aterroriza mais o coração atormentado de lorde John do que lady Arabella. Ela é inebriante, exasperante e... faz com que ele tenha sede de viver. De repente ele se vê escrevendo poesias ruins e subindo em árvores na calada da noite só para poder dançar com ela quando o relógio bater meia-noite.

Apesar de saber que nunca será o homem que ela merece, John não consegue parar de desejá-la. Será que quando a luz do dia substituir a magia da madrugada, os dois conseguirão deixar as diferenças de lado e se entregar ao amor?




No segundo livro da trilogia “Damas Rebeldes”, vamos saber mais sobre Lady Arabella Blydon, uma mocinha inteligente e que ama ler. Belle é bem cabeça dura e muito convicta das sua próprias ideias. 

Seu jeito de ser não agrada muito os pretendentes, que a querem por sua beleza e, claro!, por sua fortuna. 

Lorde John Blackwood é um herói de guerra, com um passado difícil e que não acredita der bom o suficiente para Belle. Mas o que fazer quando eles se apaixonam? 

O livro tem uma narrativa um pouco cansativa, pois não tem a leveza e humordo primeiro volume da série, mas não é um livro ruim.

O casal é fofo juntos, a construção dos laços entre eles, apesar de rápida é bonita e a leitura do livro é agradável! 

Recomendo!

20/10/2021

Sabrina Jeffries - O Duque Solteiro - Arqueiro

20.10.21 0 Comments

 

Leituras de Fátima nº 26

Lady Gwyn é uma jovem impetuosa que ama a família acima de tudo. A fim de proteger a reputação dos seus, ela vem escondendo de todos um caso amoroso que teve há alguns anos e terminou de forma traumática. Mas, quando o ex-pretendente aparece ameaçando revelar seu segredo, é Gwyn quem precisa de proteção.

Contra a vontade dela, seu irmão gêmeo, o duque de Thornstock, convoca Joshua Wolfe, um fuzileiro real, para mantê-la segura em Londres durante sua apresentação à sociedade.

Gwyn acha muito irritante ter alguém vigiando todos os seus passos enquanto ela tenta fugir tanto do passado e dos caça-dotes que se reúnem à sua volta. Ainda mais sendo um herói de guerra sisudo que não vê a menor graça em suas tentativas de flerte.

Mas baile após baile, a fachada de seriedade de Joshua começa a ruir e uma atração avassaladora cresce entre eles. E enquanto a ameaça do ex ainda paira sobre ela, Gwyn precisa decidir o que é mais perigoso: esquivar-se das tentativas de chantagem ou abrir seu coração para o rude guarda-costas ao qual não consegue resistir.





Eu gostei muito do primeiro livro dessa série e também do conto (Uma Par Perfeito), então, estava ansiosa para fazer a leitura desse livro e não me decepcionou!

Lady Gwyn só agora, um pouco depois da idade será apresentada a sociedade, por conta de todos os problemas de sua família. E agora é um problema seu do passado que vem para ameaçar o seu futuro. 

Para lidar com esse problema ela vai contar com a ajuda do maravilhoso major Joshua Wolfe (um oficial com traumas da guerra), convocado contra sua vontade, por seu irmão.

A única coisa que você não vai encontrar no livro é "O DUQUE SOLTEIRO", pois o título do livro não tem nada a ver com a história. Quem escolheu esse título em português, certamente não leu o livro. O título original "The Bachelor" (O solteiro) seria bem melhor para o livro. 

O romance é gostoso de ler, tem algumas passagens divertidas e uma trama envolvente.

Recomendo!

Dinastia dos Duques

1 - Projeto Duquesa
2 - O Duque Solteiro
3 - Quem quer Casar com um Duque
4 - Um Duque a Paisana

19/10/2021

Lucinda Riley - A Rosa da Meia-Noite - Editora Arqueiro

19.10.21 0 Comments

Leituras de Fabiana nº 56

Vinda de uma família nobre mas empobrecida, Anahita nutre uma forte amizade com a obstinada princesa Indira, filha do marajá. Escolhida para ser sua acompanhante oficial, ela vai para a Inglaterra com a amiga logo antes do início da Primeira Guerra. Lá, conhece Donald Astbury – o relutante herdeiro de uma magnífica propriedade – e sua mãe manipuladora.

Noventa anos depois, Rebecca Bradley é uma estrela de cinema americana reverenciada por todos. Quando seu turbulento relacionamento com o namorado famoso toma um rumo inesperado, ela fica aliviada por poder se refugiar da mídia em Dartmoor, uma remota região britânica, para gravar seu novo filme.

Logo após o início do trabalho no decadente casarão de Astbury Hall, chega à locação Ari Malik, bisneto de Anahita, buscando investigar o passado de sua família. É então que ele e Rebecca começam a desvendar os segredos sombrios que há tempos assombram a dinastia de Astbury...




Acredito que esse livro foi o livro mais intrigante e complexo que já li na vida. E por isso se tornar até difícil fazer uma resenha. Porém, esse é mais um livro que a Lucinda nos transporta com riquezas de detalhes para a história, para o lugar, personagens, ornamentos, figurinos e nesse (por mais incrível que pareça) até cheiros e aromas.

O livro conta várias histórias, porém é baseada na vida da Anahí e noventa anos depois seu neto e Rebecca (outra personagem principal) vai vasculhar esse passado e descobrir coisas que deixaram todos em êxtase. É um drama, cheio de maldades protagonizada pela "vilã" do livro (duvido você não odiar).

A diferença social será o ponto alto da história e a causa de todo sofrimento e maldade que Anahí enfrenta. A história tem uma complexidade devido toda a trajetória da trama e conta com muitos personagens interessantes. Inclusive Rebecca, que diferente de Anahí ocupa uma posição de fama e sucesso, porém a vida amorosa é bem decadente levando a mesma a entrelaçar sua vida com a vida de Anahí noventa anos depois.

Uma história que super vale a pena ler (quero ler novamente), um drama, muito sofrimento e crueldade que mexe com todos os sentidos do leitor.

Eu nem preciso dizer que eu chorei, né?!




26/08/2021

Scarlett Peckham - O lorde que eu abandonei - Arqueiro

26.8.21 1 Comments

 


Leituras de Flavinha nº 699

O lorde-tenente Henry Evesham é um homem religioso que está investigando as “transações carnais” em Londres. Suas visitas a casas de má reputação o deixam ávido por ajudar as pessoas que perderam a inocência para o vício. Ao mesmo tempo, circular nesse ambiente é um desafio à sua promessa de se manter longe das tentações.

Alice Hull é uma jovem nascida no campo que trabalha como aprendiz em um clube privativo. Enquanto se entrega ao turbilhão de ideias e prazeres provocadores da capital, uma tragédia faz com que ela precise desesperadamente voltar para casa.

Quando o belo e piedoso Henry lhe oferece a única carona possível em meio a uma nevasca, ela sabe que não tem como recusar, mesmo que não confie nele.

Ao viajarem juntos, as suspeitas mútuas que nutrem aos poucos se transformam em um desejo inesperado. Só que Henry representa uma ameaça às pessoas que Alice ama, e ela, por sua vez, poderia acabar com a reputação dele se o lorde-tenente se permitisse chegar perto demais.

O problema é que, quanto mais tempo passam juntos, mais difícil é manterem as mãos longe um do outro.





Esse livro é muito interessante, principalmente se partirmos do pressuposto que geralmente nos livros desse estilo temos um mocinho libertino e/ou experiente e a Scarlett nos presenteou com um mocinho, o Henry, (pasmem!) virgem! E a Alice é uma mocinha experiente e não tem nada da mocinha "virgem, recatada e do lar" da maioria dos livros.


Enquanto Alice não esconde seus anseios e desejos, Henry os esconde sobre a capa da religiosidade.


É uma abordagem diferente e talvez demore um pouquinho pra você se envolver com a história e os personagens, mas, é incrível ver como essas duas pessoas totalmente diferentes se encaixam.


Uma ótima história!


Recomendo!

24/08/2021

Lisa Kleypas - Amante por uma tarde - Arqueiro

24.8.21 0 Comments

 


Leituras de Fátima nº 25

Lady Sophia Sydney tem um grande objetivo na vida: se vingar de sir Ross Cannon. O ilustre magistrado condenou o irmão dela à morte e agora o plano é causar um escândalo e arruinar a reputação dele.

Para isso, Sophia dá um jeito de trabalhar para Ross e, aos poucos, vai ganhando sua confiança.

Todas as manhãs, ela o instiga com sua presença exuberante. A maneira como se inclina sobre a mesa para servir-lhe as refeições e o modo como suas mãos tocam-lhe a pele com suavidade desafiam o bom senso dele.

E todas as noites, ela faz promessas com os olhos e com o corpo, tentando convencer Ross de que, em vez de se entregar a um sono agitado, ele poderia passar a madrugada fazendo coisas bem mais interessantes...

Sophia sabe que Ross está se apaixonando por ela a cada dia. Mas há uma coisa que seu plano não previa: que ela se apaixonasse por ele também.



Quando eu li o primeiro livro, já me encantei de cara pelos personagens. A escrita da Lisa Kleypas é cativante e envolvente. Fica muito difícil não se apaixonar por suas histórias.

O contido Ross Cannon, é um viúvo que se culpa pela morte da esposa. Ele é o magistrado da Bow Street e condenou o irmão da lady Sophia a morte. (achei pesado esse plot). A mocinha quer se vingar dele e pra isso vai trabalhar com ele para descobrir seus podres.

Só que... ela descobre que ele não tem podres. É um cara integro e honesto (chega até a ser bonzinho demais e perdoar a Sophia muito facilmente) e é obvio que ela cai de amores por ele. A paixão entre os dois explode de maneira bem rápida. Poderia ter demorado um pouco mais? Poderia. Mas não interfere em nada em você se apaixonar pela história.

Diálogos criativo e uma história tão envolvente que você acaba a leitura rapidinho!

Recomendo! 

22/07/2021

Sarah J. Maas - A Lâmina da Assasssina - Galera Record

22.7.21 0 Comments

 Leituras de Pérola - 06

Implacável. Sedutora. Letal. A Assassina de Adarlan é tudo isso. Em A lâmina da Assassina, historias de Trono de Vidro conhecemos Celaena, sua fama ultrapassa os muros de Forte da Fenda, mais brilhante que as torres do castelo de vidro, onde o usurpador governa com mão de ferro o destino de todos em Erilea.Poucos conhecem seu rosto, menos ainda sobrevivem à sua fúria.Seu caminho rumo à fama estava escrito nas estrelas, sob a bênção da constelação do cervo branco, o Senhor do Norte, o mítico espírito de Terrasen.Não à toa Celaena Sardothien é sinônimo de morte. Suas lâminas são certeiras. Assim comotambém o é seu estranho código de honra. Seu aguçado senso de justiça. Única, ela foi criada nas sarjetas. Mas como uma menina, encontrada agonizando pelo rei dos Assassinos de Adarlan, se tornaria a campeã do rei? Disputada pelo capitão da guarda real e pelo próprio príncipe herdeiro? No centro de intrigas políticas?Conheça o caminho da assassina. Pavimentado com sangue, lágrimas e suor. Acompanhe Celaena vencer um lorde pirata e toda a sua tripulação; o encontro com uma curandeira; seu treinamento com o Mestre Mudo, senhor dos assassinos silenciosos, nas dunas do deserto Vermelho; a prisão nas Minas de Sal de Endovier; ou, ainda, sua luta contra o mais escorregadio e traiçoeiro dos adversários - o próprio coração.O livro se desenvolve através de cinco histórias, que fluem diretamente uma para a outra e, juntas, contam a história dos eventos que levaram Celaena até onde ela está no começo de Trono de Vidro. É definitivamente uma oportunidade de conhecer a protagonista em um nível muito mais profundo.A lâmina da Assassina é o pacote completo do gênero de fantasia. Repleto, aventura, drama e romance. Tem todos os elementos que os leitores da série Trono de Vidro adoram e uma história cheia de ação e reviravoltas.




Um dos livros que mais me surpreendeu positivamente em todos os sentidos, embora seja um volume extenso em relação ao número de páginas, é uma leitura envolvente e rápida, graças a escrita fluida e personagens muito bem construídos. Por mais que tenha romance, esse não é o foco principal da história, mas sim a evolução de Celaena, protagonista da narrativa, que superou todas as minhas expectativas, sendo uma personagem extremamente inteligente, empoderada e autêntica. 

Quando o romance começou a ser desenvolvido eu fiquei com receio de que isso fizesse a jornada dela ficar em segundo plano mas pelo contrário, consolidou ainda mais a personagem mostrando que mulheres fortes também se apaixonam e sendo amor verdadeiro e recíproco, isso só enriquece a ambos.

Além da dinâmica dos contos ter sido muito bem desenvolvida, cada conto aprimorou aspectos dos personagens envolvidos, lições como: fazer a coisa certa mesmo sabendo que aquilo não trará consequências positivas para si, que nunca é tarde para seguir seus sonhos e sempre vão existir pessoas boas que vão te ajudar, que devemos tentar obter aprendizado das situações que nos são impostas por mais que as circunstâncias não sejam agradáveis, e a mais importante, que a própria Celaena não aprendeu e é a causa da problemática principal: tudo tem um preço.