[FECHAR]

19/05/2020

Lucinda Riley - A Sala das Borboletas - Arqueiro

19.5.20 0 Comments




Leituras de Fabiana nº 53


Posy Montague está prestes a completar 70 anos. Ela ainda vive na Admiral House, a mansão da família onde passou uma infância idílica caçando borboletas com o pai e onde criou os próprios filhos. Porém, a casa está caindo aos pedaços e Posy sabe que chegou a hora de vendê-la.


Em meio a essa angustiante decisão, ela precisa lidar com os dois filhos, tão diferentes entre si. Sam é um fracasso nos negócios e, a cada empresa falida, se torna um homem mais amargo. Já Nick, o mais novo, retorna de repente à Inglaterra depois de dez anos morando na Austrália, fugido de uma decepção amorosa.

Para completar, Posy reencontra Freddie, seu primeiro amor, que agora deseja explicar por que a abandonou cinquenta anos atrás. Ela reluta em acreditar nessa súbita afeição, percebendo que ele tem um segredo devastador para revelar.



O livro conta a história de Posy e começa com ela aos sete anos procurando borboletas no jardim da casa com seu pai. O ali vai para guerra e isso marcará sua vida para sempre já que não o vera nunca mais, ela é criada pela sua maravilhosa avó nessa mesma casa. Casa essa que agora aos 70 anos está grande demais para ela sozinha e caindo aos pedaços.

Ela pensa em vender para ajudar seu filho Sam que não tem sorte para os negócios e não é um bom marido para Amy e seus dois filhos. A dúvida aumenta quando seu filho Nick bem sucedido resolve voltar depois de uma desilusão amorosa. Freddie seu primeiro amor e com quem teve uma grande desilusão amorosa está de volta e isso a deixará mais confusa ainda já que o mesmo esconde um segredo.




Lucinda Riley mais uma consegue caracterizar seus personagens de forma que é possível sabermos quem é cada um caso encontrássemos na rua. O livro é muito bom como todos de Lucinda, leva o leitor ao passado e ao presente de forma real e consegue fazer que amemos ou odiemos o personagem de acordo com suas características e atitudes.

Apesar da história ser diferente, vai no mesmo seguimento dos livros da autora.Recomendo!

30/04/2020

Lisa Kleypas - De repente uma noite de paixão - Arqueiro

30.4.20 2 Comments


Leituras de Flavinha nº 691

Não há espaço para romance na vida da escritora Amanda Briars. Reconhecida no meio literário londrino, ela realiza as próprias fantasias através das personagens que cria em suas histórias de amor. Em nome da liberdade, está satisfeita em viver na solidão.
Amanda só não quer completar 30 anos sem nunca ter experimentado o prazer, e a solução mais discreta é contratar os serviços de um profissional. Quando o homem aparece à sua porta, a atração entre os dois é evidente, mas, para frustração dela, ele interrompe a noite de paixão no meio e vai embora.
Uma semana depois, ela o reencontra em um jantar e descobre que Jack Devlin é, na verdade, seu novo editor. Amanda fica mortificada.
Porém as lembranças daquela noite permanecem vivas na mente dos dois, e basta uma centelha para que o fogo entre eles se reacenda. Só que Jack, filho rejeitado do nobre mais notório de Londres, tem o coração endurecido e não acredita no amor, enquanto Amanda resiste ao desejo crescente em nome de sua independência.
Quando o destino entrelaça suas vidas, suas convicções mais profundas entram em choque. Agora os dois precisam decidir se, depois de conhecerem a verdadeira paixão, conseguirão voltar a se satisfazer com menos que isso.



Esse livro independente da Lisa Kleypas, traz a história de Amanda Briars e Jack Devlin. Amanda é uma bem sucedida escritora, uma mocinha independente e que por ter passado da idade esperada para arranjar um bom casamento, não sonha em encontrar um marido. Mas, não quer ficar na ignorância sobre os prazeres da carne e resolve contratar um profissional!

Já Jack é o filho bastardo de um duque que conseguiu se superar e mostrar do que é capaz e tem horror a compromissos e/ou se apaixonar. Dono de um império editorial, ele vai acabar por ser aquele que vai mostrar a Amanda o que é prazer! Preparem-se para intensas emoções!

É obvio que quando o caminho desses dois se cruzarem suas resoluções e expectativas virão por água a baixo! Sim, minha gente! Amanda e Jack juntos pegam fogo! rsrsrs A autora soube como envolver a gente, nos encontros pra lá de calientes entre esses dois. E... óbvio que eles acabariam se apaixonando, certo?

A trama traz ótimos diálogos, uma história de amor cheia de momentos memoráveis e um final feliz! Um livro realmente maravilhoso! Recomendo!


28/04/2020

Nora Roberts - De sangue e Ossos - Arqueiro

28.4.20 0 Comments


Leituras de Flavinha nº 690

Um novo poder está surgindo
Fallon Swift pouco conhece do mundo que existiu antes da Catástrofe. As cidades estão destruídas, gangues de criminosos e de fanáticos religiosos cruzam as estradas à procura de sua próxima vítima e aqueles que têm poderes mágicos como ela continuam sendo caçados.
Prestes a completar 13 anos, Fallon sabe que se aproxima o dia em que sua verdadeira natureza, sua identidade como A Escolhida, será revelada. No meio da floresta, ela começará seu treinamento sob a orientação do feiticeiro Mallick, que vem apurando as próprias habilidades ao longo de séculos.
A menina aprenderá métodos antigos de cura e técnicas de luta, conviverá com fadas, elfos e metamorfos e precisará descobrir dentro de si um poder que nunca imaginou possuir. Quando o momento certo chegar, Fallon vai empunhar a espada e o escudo e partir para cumprir sua missão.
Até que ela cresça o suficiente para se tornar a mulher que está destinada a ser, o mundo continuará em perigo. Fallon Swift é A Escolhida, e só ela poderá salvar a humanidade.


Como já confessei, não gosto de ler distopias, mas sigo lendo essa trilogia da Nora Roberts porque sou fã da autora e resolvi dar uma chance ao gênero e sim, a escrita da Nora é cativante e a gente não consegue parara de ler o livro até o fim!

Eu gostei mais desse livro do que do primeiro, talvez porque tenha mais magia algo que eu adoro e que já vi em outros livros da Nora (e quem já leu Nora Roberts com certeza vai perceber isso). Não tem quase nada de romance (também a protagonista é uma adolescente preocupada em salvar o mundo). rsrsrs Em contrapartida, metade do livro é uma encheção de linguiça que só vendo. Só perto do final o livro da aquele "up" ao ponto de você querer ler o terceiro livro para saber como tudo vai terminar.

Em "De sangue e Ossos" Fallon começa o seu treinamento para cumprir sua missão de salvar a humanidade e a gente percebe que esse livro é como uma ponte entre o primeiro e o último livro que vai concluir a trilogia. Que venha o terceiro livro!



Cronicas da Escolhida
1 - Ano Um
2 - De Sangue e Ossos
3 - A Ascensão da Magia

13/03/2020

Júlia Quinn - História de um grande amor - Arqueiro

13.3.20 0 Comments


Leituras de Flavinha nº 689

Aos 10 anos, Miranda Cheever já dava sinais claros de que não seria nenhuma bela dama. E já nessa idade, aprendeu a aceitar o destino de solteirona que a sociedade lhe reservava.
Até que, numa tarde qualquer, Nigel Bevelstoke, o belo e atraente visconde de Turner, beijou solenemente sua mãozinha e lhe prometeu que, quando ela crescesse, seria tão bonita quanto já era inteligente. Nesse momento, Miranda não só se apaixonou, como teve certeza de que amaria aquele homem para sempre.
Os anos que se seguiram foram implacáveis com Nigel e generosos com Miranda. Ela se tornou a mulher linda e interessante que o visconde previu naquela tarde memorável, enquanto ele virou um homem solitário e amargo, como consequência de um acontecimento devastador.
Mas Miranda nunca esqueceu a verdade que anotou em seu diário tantos anos antes. E agora ela fará de tudo para salvar Nigel da pessoa que ele se tornou e impedir que seu grande amor lhe escape por entre os dedos.



Ah, sempre bom ler um romance da Júlia Quinn! Esse não foge muito ao estilo dela. Uma mocinha fora dos padrões e um mocinho diferentão com algum pequeno problema a resolver. Tudo isso envolto nas nuances delicadas de um romance de época.

Esse livro foi escrito em 2007 pela Júlia Quinn e publicado pela editora Nova Cultural lá em 2008.


O problema nesse livro, e que faz muita gente não se encantar pelo livro, é que ficou um pouco difícil se apaixonar pelo casal. O mocinho é muito rude, e não tem nadinha do bom humor ou charme de outros personagens masculinos da Júlia.

Miranda poderia ser uma das maravilhosas mocinhas da Júlia, empoderada e decidida... mas não chega nem perto de uma das mulheres Bridgertons, por exemplo.

Mas, fora isso, é uma história da Júlia, com uma trama bem amarrada e tem a fórmula da Júlia de misturar diálogos engraçados, cenas sensuais e uma pitadinha de drama que fazem seus livros darem certo.

Não foi meu livro preferido da autora, mas recomendo e vou dar uma chance aos próximos!


Trilogia Bevelstoke:
1 - História de um grande amor
2 - O que acontece em Londres
3 - Dez coisas que eu amo em você

11/03/2020

Lucinda Riley - A Garota do Penhasco - Arqueiro

11.3.20 0 Comments


Leituras de Fabiana nº 52


Tentando superar uma desilusão amorosa, Grania Ryan deixa Nova York e volta para a casa dos pais, na costa da Irlanda. Lá, na beira de um penhasco, em meio a uma tempestade, ela conhece Aurora Lisle, uma garotinha de 8 anos que mudará sua vida para sempre.
Apesar dos avisos da mãe para ter cuidado com os Lisles, Grania e Aurora ficam cada vez mais próximas, e ela passa a cuidar da menina sempre que Alexander, seu belo e misterioso pai, precisa viajar a trabalho. O que Grania ainda não sabe é que há mais de cem anos o destino das famílias Ryan e Lisle se entrelaça inexoravelmente, nunca com um final feliz.
Por meio de cartas antigas, Grania descobre a história de Mary, sua bisavó, e começa a perceber quão profundamente conectadas as duas famílias estão. Os horrores da guerra, a sina de uma criança, a atração irresistível pelo balé e amores trágicos vão deixando sua marca através das gerações. E agora Grania precisa escolher entre seguir em frente ou repetir o passado.
Alternando entre romance histórico e contemporâneo, A garota do penhasco é um livro sobre mulheres fortes, grandes sacrifícios e a capacidade do amor de triunfar sobre tudo.

Depois de Nicholas Sparks, Lucinda Riley é a autora de quem mais leio os livros.
E o que me encanta e me fascina nos livros de Lucinda é o fato dela ir no passado, ela sempre aborda a história de um personagem voltando para o passado, para o passado da família, do personagem, do local...contando sempre fatos (que parecem tão reais) de outros personagens que se entrelaçam e dão um significado na história dos/do personagens centrais.

Diferente de alguns autores praticamente todas as histórias são inesperadas e tem o desenrolar e os finais surpreendentes (costumo ler os livros já imaginando o que vai acontecer) levando os leitores a entender os acontecidos com os personagens centrais sejam amando ou odiando os personagens do passado.

Com a garota do penhasco não seria diferente né?! O livro foi lançado a primeira vez em 2011, e recebeu algumas críticas por causa da tradução, porém essa reedição de 2019, está com nova capa e sem os erros anteriores.

Nesse livro vamos conhecer a história da Grania (presente) e da Aurora (a garota do penhasco/presente) e da Mary(passado) bisavó de Grania e essa história vai nos mostrar o quanto um mal entendido, rancores, amores, desilusões e os mistérios de um tempo passado pode influenciar no presente da vida dos personagens, das pessoas.

A história rica em detalhes vai surpreender o leitor, com a riqueza de características dos personagens e levar você a conhecer lugares através das discrições feitas pela autora.

História de mulheres fortes, mesmo aqui ainda é criança!! História de lutas, dores e amores.

09/03/2020

Lisa Kleypas - Uma Herdeira Apaixonada - Arqueiro

9.3.20 0 Comments


Leituras de Flavinha nº 688


Viúva ainda jovem, Phoebe já viveu um grande amor e não cultiva mais ilusões românticas. Agora, ela precisa ser prática – e cuidar dos dois filhos pequenos e da propriedade da família. Mas quando vai passar alguns dias no Priorado Eversby, a bela dama se surpreende ao conhecer um cavalheiro incrivelmente charmoso.
Seu encanto se desfaz no momento em que ele se apresenta como ninguém menos que West Ravenel: o homem que tornou a vida de seu falecido marido um tormento. E ela jurou nunca perdoá-lo por isso.
West sabe que é um homem com um passado manchado e que não está à altura de uma mulher como Phoebe, mas, ao conhecê-la, é consumido por um desejo irresistível e um sentimento inteiramente novo. Sem terras nem fortuna, tudo que ele pode lhe oferecer é prazer.
O que West não imagina é que, apesar da aparente ingenuidade, Phoebe está decidida a tomar as rédeas da própria vida. Será que essa paixão esmagadora será suficiente para superar os obstáculos do passado?

Além de revermos o maravilhoso Sebastian nesse livro, temos aqui um canalha com uma redenção a sua altura! Sim, West tem um passado que as pessoas não conseguem esquecer, mesmo que no presente ele seja um homem honrado e responsável, o seu passado o condena. Já Phoebe é uma viúva com dois filhos.

Sim, sim! Todas havia muitas expectativas para esse livro! O West é maravilhosamente debochado e bem-humorado e a gente vai percebendo isso nos outros livros, mas no livro dele ele aparece cheio de dilemas e essa faceta de sua personalidade fica meio de lado. Como se por estar apaixonado ele ficou bobo. :) 

Mas é muito fofo ver ele com os filhos da Phoebe! E sim, a Phoebe não é uma mosca morta.(rs) Enfim,é um livro da Lisa que sabe escrever maravilhosamente esses conflitos amorosos e familiares de época! Um romance que com certeza eu recomendo!

P.S: Eu ainda amo o Sebastian!
💗💗💗💗

Série os Ravenels
1 - Um Sedutor sem Coração
2 - Uma Noiva para Winterborne
3 - Um Acordo Pecaminoso
4 - Um Estranho Irresistível
5 - Uma Herdeira Apaixonada
6 - Chasing Cassandra

31/01/2020

Marie Lu - Batman – Criaturas da noite - Arqueiro

31.1.20 0 Comments


Leituras de Rebecca nº164


As criaturas da noite estão caçando a elite de Gotham.Bruce Wayne é o seu novo alvo.
Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade.
Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência.
Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham? Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou.


Então, essa história do Batman é um romance?


Depois de ler o primeiro volume da série lendas da DC “Mulher-Maravilha – Sementes da Guerra”, fiquei ansiosa para ler a história do Bruce Wayne.



Aqui temos a história do Bruce ANTES de completar dezoito anos e herdar a fortuna da família e se transformar no Batman que conhecemos. Um jovem Bruce Wayne um tanto ingênuo e irresponsável, que acaba metido em encrenca após se meter em uma perseguição policial. 



Daí a história toda vai girar entre Bruce e Madeleine, uma das detentas do lugar onde ele vai prestar servições comunitários, com a relação entre eles e a cidade de Gotham.



Talvez o problema desse livro tenha sido o Batman adolescente da história. Quem está acostumado ao Bruce Wayne dos quadrinhos e das telas, vai ter dificuldades em aceitar o super-héroi vivendo os dilemas e as paixões da juventude.


Ainda assim é um ótimo livro e eu recomendo para quem acredita que os heróis também amam!

30/01/2020

Jill Mansey - Onde mora o amor - Arqueiro

30.1.20 3 Comments


Leituras de Rebecca nº163


Dexter Yates adora sua vida despreocupada em Londres. Além de lindo e rico, mora em um apartamento chique e está sempre acompanhado de belas mulheres. Mas tudo se transforma da noite para o dia quando a irmã morre, deixando a pequena Delphi, de apenas oito meses.
Sem a menor ideia de como cuidar sozinho de um bebê, ele resolve se afastar da correria da cidade grande e se muda para sua casa em Briarwood.
Dex não está acostumado ao ambiente intimista do vilarejo, em que todo mundo se conhece e todas as histórias se entrelaçam. Os moradores o recebem de braços abertos, sobretudo sua vizinha de porta, a talentosa quadrinista Molly, que se oferece para ajudar com Delphi. Ela tem um passado amoroso catastrófico e muita cautela, mas nasce entre os dois uma inegável conexão.
Se Dex vai conseguir se adaptar a essa nova vida e encontrar o amor de verdade, ele primeiro terá muito a aprender: sobre Molly, sobre Delphi, sobre os segredos dos outros e, principalmente, sobre si mesmo.





Onde Mora o Amor da Jill Mansell mostra vários personagens ao mesmo tempo e suas histórias de amor. Alguns a gente consegue embarcar na história outros nem tanto. Alguns tem química outros não. 

Mas é bem interessante acompanhar os seus relacionamentos, seus conflitos e claro a forma como a autora junta tudo no final.

Recomendo para quem gosta de histórias com uma pitada de drama...

A capa está linda, como todas as outras dessa coleção.