19/11/2009

# Especial Grandes Autoras # Leituras de Carol

Miranda Lee - Especial Grandes Autoras 10

Leituras de Carol nº 289


Eu gosto da Miranda Lee... até quando não gosto dos livros eu gosto dela (contraditório né). Mas ela conseguiu criar nesses dois livros, mocinhos com um toque de canalhice e mocinhas que chegam às raias da irracionalidade.

Simplesmente irresistível
Título original: Simply  irresistible

Ao viajar para o interior da Austrália para cobrir o famoso Baile dos Solteiros, a repórter de tevê Vivien Roberts não tinha ânimo para participar da folia, pois fora abandonada pelo namorado havia apenas alguns dias. Até que encontrou Ross Everton. A partir do momento que seus olhares se cruzaram, o mundo já tão conturbado de Vivien virou de cabeça para baixo. O belo filho de um fazendeiro parecia-se muito com seu ex-namorado, o que era assustador - e a atração que floresceu entre eles era mais assustadora ainda! Era uma atração que ela achava ser... simplesmente iressitível.

Na primeira história a Vivien leva um fora do noivo FDP e acaba sendo escolhida para fazer a cobertura (sim, ela é repórter) de um baile de solteiros no interior e encontra Ross que é a cara do ex. A atração rola, eles transam e ela fica grávida. E como em todos os romances se a mocinha fica grávida, o mocinho quer casar com ela (isso mais do que tudo caracteriza as estórias como ficção). Pois bem, eles casam (porque Ross insiste muito) e a Vivien começa a agir de forma irracional, affffff , o cara lá querendo ficar numa boa com ela e ela brigando. Então Ross parte pra aquela "vou tratar como uma vadia". Chegando ao ponto de chamá-la (no auge de uma cena hot) de ordinária. Isso sem contar a ex-noiva de Ross, o irmão, o pai e a governanta que manda na casa.


Forças ocultas
Título original: A hauting obsession

Por que Jordan Vine-Hall fazia Bonnie perder a calma? O talentoso e bem-sucedido advogado e escritor demosntrava aquele tipo de arrogância que Bonnie detestavam o que não a impedia de sentir-se fortemente atraída por ele! Depois de ficar viúva, Bonnie recuperara o controle de sua vida e tornara-se uma corretora bem-sucedida. Mas quando mostrou para Jordan a velha mansão McClelland, que diziam ser assombrada, algo aconteceu. Subitamente, Bonnie e Jordan ficaram obcecados por uma paixão à qual não podiam resistir...

Aqui a Miranda se superou. Jordan Vine-Hall é um canalha. Ele pode ter uma atração louca por uma mulher e se entregar a essa loucura. Agora se a mulher em questão age da mesma forma ela é uma vadia! Eu não mereço isso. Para piorar ele chegou ao supra sumo de esbofeteá-la (é isso mesmo, o maior tapão na cara). Claro que Bonnie não revida e tem a clássica reação "Você não é macho o sufiente e precisa bater em mulher", claro que ele pede desculpas, e também ela não aceita. De certa forma faz ele sofrer um pouquinho (muito menos do que merecia).


Mesmo depois de tudo isso eu ainda acho que as duas estórias valem a leitura, gostei das cenas hots e do fato que a Miranda escreveu esses personagens tão canalhas e irracionais de propósito (louca eu, não?)

7 comentários:

  1. Li poucas coisas da Miranda Lee, mas também gosto dela!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu sou fã da Miranda Lee, se no livro está escrto o nome dela, nem leio o resumo.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Ouvi falar muito bem dessa autora, mas nunca li nada dela.

    bejijinhos

    ResponderExcluir
  4. Gente!!!!! Estou abismada! O que aconteceu com a Miranda Lee?!?!? Incorporou a Diana Palmer?kkkk
    bjos.

    ResponderExcluir
  5. Bateu na cara dela??????
    Como assim?????
    E ela judia dele ? Ela não esquarteja ele????

    ResponderExcluir
  6. Eu tb gosto da Mirandão! Sempre que vejo um livrim dela no sebo, eu cato. Agora, tapa na cara! Nuss, radicalizou! Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Eu gosto muito da Miranda Lee, as histórias dela são sensuais rs.

    bjss

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM