[FECHAR]

01/04/2010

# Black Dagger Brotherhood # HOT

J.R.Ward - Amante Eterno - Universo dos Livros


Leituras de Carol nº 376
Título Original: Lover Eternal


Vampiros x Redutores: o amor e a guerra

 Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus carrascos os redutores. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra.

Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo letal para todos à sua volta.

Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está em busca de amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama...

Se o primeiro livro da série da Irmandade Adaga Negra me arrebatou, o segundo solidificou meu amor pela saga. Rhage é um personagem contrastante. Por fora, o mais bonito dos irmãos, ao ponto de ser chamado de Hollywood por eles e como mesmo diz o livro deixa Brad Pitt se sentindo um patinho feito. Mas por dentro ele "guarda" a maldição da besta, representada por um enorme dragão tatuado nas costas.


Este é Rhage:

 "Quando Butch entrou no quarto principal, teve uma vista da roupa de Rhage para a noite: trench-coat preto de couro que caia de seus ombros até seus tornozelos. Camiseta preta metida nas calças de couro. As botas de combate faziam-no ultrapassar os 2,05m. Assim vestido, o vampiro era sem dúvida nenhuma, extremamente atraente. Até para um hetero reconhecido como Butch.

O filho da puta realmente dobrava as leis da física, era muito atraente. O cabelo loiro estava cortado curto atrás e mais longo na frente. O azul de seus olhos eram da cor da água do mar das Bahamas. E a face fazia que Brad Pitt se visse como um candidato para o The Swan (programa de tv norte-americano que transforma "patrinhos feios" em "cisnes").

Mas ele não era um filhinho da mamãe, apesar de ser fascinante. Algo escuro e letal fervia detrás de um reluzente exterior, e você sabia no minuto que o via. Ele emitia as vibrações de um cara que enquanto sorria, fazia a elucidação diretamente com seus punhos, inclusive se cuspia entre dentes enquanto se encarregava do assunto."
Mesmo com o treinamento aos quais os membros da Irmandade da Adaga Negra são submetidos, Rhage é um ser primário. O sexo e a violência norteiam sua vida racional, caso falte essas duas coisas, a besta toma conta. Um ser escuro e tentador, que em momento nenhum imagina que a Luz vai entrar em sua vida.

Luz é isso que representa Mary Luce (Luz em espanhol), ao conhecê-la, Rhage é arrebatado. Mas Mary também tem que lutar contra os seus demônios. Uma leucemia a esta consumindo, mas Rhage, mesmo sendo um "ser escuro e sombrio" acaba se convertendo também em sua luz e não só ele, mas também a besta.

Os dois devem administrar os conflitos emocionais, a paixão total e os perigos aos quais Mary Luce agora está exposta, seja por causa da "Sociedade Redutora" ou (na visão do próprio Rhage) a besta que o consome.

A luta de Rhage e Mary pelo amor transforma amante eterno em um livro fantástico, me atrevo a dizer que ele consegue ser ainda melhor que o primeiro da série. É um livro lindo. Recomendo com todas as pompas e honras.

Que venha o terceiro irmão... Zsadist

Obs.: Resenha feita a partir da leitura do livro na versão em inglês. Afinal ele estará sendo lançado em português por esses dias aqui no Brasil



Sobre a autora

J. R. Ward é o pseudônimo de Jessica Bird, escritora formada em Direito e História da Arte que mora no sul dos Estados Unidos. Apesar de ter escrito seu primeiro livro (não publicado) ainda na adolescência, foi só no início dos anos 2000 que sua carreira de advogada deu lugar à de escritora em período integral.

J. R. Ward sempre gostou de histórias de pessoas apaixonadas, principalmente por todo o drama que cerca aqueles que se entregam por completo ao amor. Não por acaso, especializou-se em escrever romances sobre paixões arrebatadoras que acabam por hipnotizar os leitores.

Ela própria se define como uma mulher apaixonada – pelo marido, pela arte de escrever, por seu cachorro e pelo rumo que sua vida tomou. Em 2007, foi premiada pela associação de Escritores de Romance da América (RWA) o prêmio RITA por Melhor Romance Curto Contemporâneo.


5 comentários:

  1. Ai meu Deus... rsrsr. Eu querooooooooo!

    ResponderExcluir
  2. Ei Carol,

    To bambando aiaiai. Terminei estes dias amante sombrio e já estou doida para ler o segundo. Este é tãooo hot quanto o outro?

    Adorei a resenha, da a impressão que este livro é melhor ainda o céus.

    bjoo

    ResponderExcluir
  3. Já estou participando e divulgando!

    http://apaixonadaporromances.blogspot.com


    Boa sote a todas!

    ResponderExcluir
  4. Estou lendo amante eterno e nossa com certeza é arrebatador. Tanto que só tem uma semana que comecei a ler e já to quase no fim. É siplesmente MARAVILHOSO! Recomendo muito e também muitos lenços garotas. Bjos e estrelinhas.
    http://merosemilay.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. É o casal em que eu mais acredito na saga toda ...kkkk até agora kkkk Rhage e Mary são realmente convincentes juntos .Outros casais como Fury e Cormia , Vishius e Jane , Buck e Marisa são tão forçados . Mas Mary e Rhage realmente funcionam .Meu casal favorito , seguidos por Zsadist e Bella .

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM