[FECHAR]

01/01/2011

# Clássicos Históricos Especial # Históricos e/ou de Época

Nan Ryan - A sedução de Ellen - Clássicos Históricos Especial 130 - Maratona de Banca (dezembro)


Título original: The seduction of Ellen
Leituras de Carol nº 487

A INOCENTE

Ellen Cornelius sabia exatamente o que o sr. Corey era: um inescrupuloso vigarista…. um homem sem moral que pretendia se apoderar da fortuna de sua velha tia, enganando-a com promessas de conseguir a eterna juventude. Apesar disso, durante a viagem de Nova York para os desfiladeiros do Etah, em busca da fonte de Águas Mágicas, que o sr. Corey exercia sobre ela. e, para seu desespero, suas defesas iam sendo derrubadas uma a uma……
O SEDUTOR

Steve Corey dizia à frágil Ellen coisas que nenhum cavalheiro ousaria dizera uma dama. Gostava de enfurecê-la e de deixá-la escandalizada. Tornou-se o sedutor dos sonhos dela, provocando uma tempestade de excitação nessa mulher inexperiente que fora magoada muitas vezes na vida. Porém ele não suspeitava que, durante a sedução de Ellen, também seu próprio coração penetrava em território desconhecido. 


Primeiramente quero pedir desculpas aos leitores dos blogs Mulheres Românticas e Maratona de Banca por estar postando a resenha do mês de dezembro somente em janeiro. Um monte de contratempos me fizeram simplesmene esquecer de postar.

Essa estória não é só sobre a sedução de Ellen, mas também sobre como as circunstâncias podem mudar as pessoas.

Ellen é uma viúva sem posses que é obrigada a viver com a tia rica, que faz dela gato e sapato. A tia Alexandra apesar de ter seus 84 anos quer ser jovem novamente e não mede esforços para buscar a fonte da juventude eterna. Com isso surge o sr. Steve Corey, militar afastado da carreira, uma alma atormentada e que promete para Alexandra uma água mágica, capaz de fazer com que se fique jovem para sempre.

A estória vai se desenvolvendo no decorrer da viagem, tanto Ellen, Steve e até Alexandra vão descobrindo novos valores de vida.
Mas... e as cenas hots?! Elas estão lá, pode crer que estão e são ótimas.

2 comentários:

  1. Agora fiquei curiosa... e a tal fonte: existe ou não existe??? Hehehe. Gostei da dica!!!

    ResponderExcluir
  2. Vai ter que ler
    hahahahahahah

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM