[FECHAR]

11/03/2011

# Becca Fitzpatrick # Hush

Becca Fitzpatrick – Sussurro – Intrínseca


Leituras de Carol nº 514
Título original: Hush, hush

Se apaixonar nunca foi tão fácil… ou tão mortal. Para Nora Gray, romance não era parte do plano. Ela nunca se sentiu particularmente atraída por nenhum garoto de sua escola, não importa o quanto sua melhor amiga Vee os empurre para ela. Não até a chegada de Patch.
Com seu sorriso tranqüilo e olhos que parecem enxergar dentro dela, Nora é atraída por ele contra seu bom senso. Mas após uma série de acontecimentos aterrorizantes, Nora não sabe em quem confiar. Patch parece estar onde quer que ela esteja, e saber mais que ela do que seus amigos mais íntimos.
Ela não consegue decidir entre cair nos braços dele ou correr e se esconder. E quando tenta encontrar algumas respostas, ela se acha próxima de uma verdade que é bem mais perturbadora do que qualquer coisa que Patch a faça sentir. Pois Nora está bem no meio de uma antiga batalha entre os imortais e aqueles que caíram – e, quando se trata de escolher lados, a escolha errada poderá custar sua vida.

Não mentirei a vocês, quando vi qual era o título original desta história, só pude lembrar da música Hush, Hush da Paula Abdul (hahahaha isso denuncia que tenho mais de 30).

Mas vamos a ela.
No mundo dos seres sobrenaturais (demônios,vampiros, lobisomens) Becca Fitzpatrick resolve ter como personagem principal, um anjo, mas não pensem que é aquele ser bonzinho e etéreo. Patch é um anjo caído, do verbo, um anjo malvado. Como estamos num YA é claro que boa parte da ação acontece na escola. 

Nora Gray é a adolescente da vez e a exemplo da Jéssica, do A Maldição do Lobisomem, também escreve para o jornal da escola e não tem aquele ar de “abestamento” que outra personagem de uma saga famossíssima tem. Ela tem uma vida social, tem até uma inimiga declarada. Para contrabalancear, ainda há uma melhor amiga que dá um tom humorístico a história.

Mas algo muda, quando do nada Patch passa a ser o companheiro de estudo de Nora. Ela não entende como ele sabe tanto da vida dela e ao mesmo tempo é tão misterioso. Isso sem falar nas coisas estranhas e inexplicáveis começam a acontecer.
Isso vai num crescendo (ops não é trocadilho com o próximo título) por um momento podemos pensar que Nora está ficando pinel.

E Patch? Para mim é praticamente um anti-herói, ele é intenso, suscita fascinação e ao mesmo tempo medo. Ele tem um objetivo e quer alcançá-lo, mas não esperava ter que lidar com sentimentos. 

Achei o ritmo e o estilo de Sussurro bem parecido com o de “A Maldição do Lobisomem” e se todos os YA que ler forem assim vai ser ótimo, mas admito que ainda não é o meu estilo preferido, acho que isso se deve a falta de sexo (risos), afinal estamos lendo livros com e voltados para adolescentes.

Hush, Hush
Sussurro
Crescendo
Silence (lançamento previsto lá fora para outubro/2011)

Obs.: Vou dizer o óbvio, mas essa capa é fantástica

4 comentários:

  1. Eu já li e fiquei completamente apaixonada! Excelente livrinho!

    ResponderExcluir
  2. Adoroooooooooooooooooooooo!

    Ei, vc vai adorar o Luc de Personal Demons.

    Ótima resenha!!! :):)

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu li e amei! O Patch é o anjo da minha vida HUSHSUSHU

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM