23/08/2011

# Harlequin Books # Leituras de Flavinha

P. C. Cast - A Escolha de Elphame - Harlequin


 Leituras de Flavinha nº 307

"Embora muitas garotas pensem que são diferentes, Elphame tem certeza de que é única. Uma mistura perfeita entre humano, centauro e deusa. Ninguém em Partholon possuía as mesmas habilidades que ela. Nem uma ligação tão direta com Epona, a divindade de seu povo.
Ainda que ela nunca a tivesse sentido… Para completar, havia chegado a hora de Elphame descobrir seu destino. E ela queria partir logo para o Castelo MacCallan, um lugar amaldiçoado depois da invasão dos fomorianos, e reconstruí-lo das ruínas. Mas eles ainda estavam à espreita, ameaçando a continuidade de Partholon.
Elphame seria capaz de salvar seu reino e ainda redimir sua alma gêmea de uma terrível profecia? Sua escolha poderia levar todos à desgraça. Ou a um futuro em que não estaria sozinha…"

Para ler um trecho do livro é só clicar:

Eu ganhei esse livro num sorteio que nem lembrava de ter participado! Ginko Biloba pra mim!
Esse livro me surpreendeu. Os temas sobrenaturais estão tão "na moda" nos romances que a gente fica meio desconfiada. mas, amei esse livro. A mitologia celta é retratada de maneira riquíssima. centauros, fomorianos (seres alados chupadores de sangue), guerreiro, curandeiros... todos sob os cuidados da deusa Epona.
Elphame (uma lulher que é parte Deusa, parte humana e parte centauro) é filha de Etain (a amada da deusa - é a deusa escolhe uma "amada") e de um xamã centauro chamado Midhir que resolve restaurar um castelo em ruínas de um ancestral. Vai contar com a ajuda de seu irmão Cuchulaim (que é uma caso a parte - me apaixonei!) e encontrar seu destino e seu consorte (Lochlan - o líder dos fomorianos!).
Dois romances se desenrolam ao longo da história, o de Elphame (óbvio) e o de Cuchulaim e o tempo todo acontecem coisas no livro, de modo que a leitura é fluida e não fica chata. Tá que eu não gostei muito do que autora fez no romance do Cuchulaim, mas, no mais o livro foi perfeito.
Muitas perguntas ficam no ar com o fim da história e acredito que as as respostas estarão no próximo livro, já que se trata de uma série (de dois livros) chamada Partholon:

Partholon
1. Elphame's Choice - A Escolha de Elphame
2. Brighid's Quest - A Busca de Brighid

Espero que o próximo livro me esclareça também uma dúvida cruel, que ficou encasquetando minha mente poluída depois que li o livro. A mãe de Elphame é humana e o pai um centauro. Como é a dinâmica sexual desse relacionamento? Alguém se habilita a me explicar?

7 comentários:

  1. Eu tb li esse livro e gostei muito. Eu me surpreendi com a autora, não sei pq achava que ia ser meio bobo, mas não é. Diferente, surpreendeu-me.

    bjokas

    ResponderExcluir
  2. Desde que descobri os centauros nos anos 90 eu tenho esta mesma dúvida.

    ResponderExcluir
  3. Kkkk...eis a pergunta que não quer calar. Acho melhor nem tentar descobrir. Hehehe

    ResponderExcluir
  4. Realmente esta é uma pergunta bem interessante mas, deveras complicada de responder... kkkkkkkk
    O livro parece ótimo e mais uma vez parabéns pela ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Gostei da capa e vou ler pq não li nada com centauros ainda e a pergunta é interessante, mas não vou por minha kbça para imaginar pq pode crisr um trauma, espero que numa noite de lua azul ele vire humano (viajando......)

    ResponderExcluir
  6. A capa é bem bonita e o livro já está na minha lista de leitura. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. KKKKKkkkk
    Flavinha, eu tbem li esse livro e gostei muito!
    E a resposta pra sua pergunta está numa única frase, logo no começo do livro, antes do parto de Etain, quando diz que "o marido centauro pode se metamorfosear humano para que pudessem se unir, de fato."
    Mas eu tbém estou curiosa com relação ao livro de Brighid!
    Bjuss, Sá

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM