[FECHAR]

26/12/2011

# Clássicos Históricos Especial # Heather Grothaus

Heather Grothaus – O Tirano de Cherbon – Clássicos Históricos Especial 352


Leituras de Carol nº 597
Título original: Tamig The Beast

Inglaterra, 1103

A Bela e a Fera

Depois de anos de tumultos e combates, Roderick Cherbon abandona as Cruzadas e regressa para casa, completamente transformado pela guerra. O rapaz que antigamente sonhava em compensar as injustiças cometidas pelo pai é hoje um homem amargurado, com cicatrizes no corpo e na alma. Ele se recusa a se aproximar das pessoas e a falar com elas, e só sai de dentro dos muros de sua fortaleza para se misturar às sombras da noite. E até mesmo na morte, o pai continua a atormentá-lo: para ter direito a receber sua herança e título, Roderick precisa se casar.

Michaela Fortune é menosprezada por ser pobre, ridicularizada por seus sonhos e por ter bom coração. A humilhação e a necessidade atormentam sua família, e orgulho é um sentimento que ela não pode permitir-se ter. O atual lorde Cherbon e seu decadente castelo podem ser uma solução... Mas para conquistar um homem que chegou ao fundo do poço, Michaela precisará de toda a sua beleza, graciosidade e doçura, se quiser ter um fio de esperança de amansar aquele coração...

Há quanto tempo eu não lia um CHE né gente?!
Em um domingo qualquer... olhei na enorme pilha de livros da antiga fase da Nova Cultural (quando eles ainda publicavam livros mensalmente) e peguei esse.

Ótima história, com o clássico clichê que amamos, do mocinho cheio de cicactrizes (no corpo e na alma) que encontra uma mulher que gosta dele do jeito que é e vai em busca de libertá-lo dessa agonia, bem aquela coisa “A Bela e a Fera”.

Essa autora é famosa por dar um toque sobrenatural em suas histórias e essa história não foge a regra, ainda tenho uns 2 ou 3 livros dela para ler. E já posso saber que vou gostar, a leitura fluiu bem...e temos direito a até uma revelação (não chega a comprometer a história, mas não vou contar).

Vou tentar me redimir e colocar outros CHE no blog... ainda tenho dezenas para ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM