[FECHAR]

13/02/2012

# Christine Feehan # HOT

Christine Feehan - Príncipe Sombrio - Universo dos Livros


Leituras de Flavinha nº 351
Título Original: Dark Prince

Mikhail Dubrinsky é o Príncipe dos Cárpatos, o líder de uma sábia e secreta raça ancestral que vive na noite. Tomado pelo desespero, com medo de nunca encontrar a companheira que iria salvá-lo da escuridão, a alma de Dubrinsky gritava na solidão. Até o dia em que uma bela voz, cheia de luz e amor, chegou a ele, atenuando sua dor e seu anseio. Raven Whitney possui poderes telepáticos e os utiliza na captura dos mais cruéis serial-killers. Desde o momento que se conheceram, Raven e Mikhail foram incapazes de resistir ao desejo que faiscava entre eles. Mas, forças sombrias tentarão destruir esse frágil amor. E, mesmo que sobrevivam, como poderão – Cárpato e Humano – construir um futuro juntos? E como o Príncipe dos Cárpatos poderia trazer Raven para seu mundo sem extinguir sua vida?

Oh, muita emoção ler esse livro! Afinal foram anos de espera! Mais emoção para resenhar! Então para eu não me perder em meio a empolgação, vamos por partes como diria Jack, o estripador:

Quem é Christine Feehan?



CHRISTINE FEEHAN nasceu numa família numerosa é casada e tem 11 filhos, cinco cães e muitos netos. Ela escreve desde pequena e tem livros publicados desde 1999. Atualmente, escreve em média três livros por ano e possui mais de 40 livros publicados!





Quando surgiu a série "Os Cárpatos"?

Ah, isso é importante dizer, porque escrever sobre vampiros e criaturas da noite está tão na moda, hoje em dia, né? Então deixa eu contar pra vocês que o primeiro livro da série, Dark Prince, foi lançado originalmente em julho de 1999. A série hoje é composta por 22 livros, com previsão de lançamento de um novo livro da série para Setembro de 2012. Espia:

1. Dark Prince (July 1999) - 2. Dark Desire (December 1999) - 3. Dark Gold (April 2000) - 4. Dark Magic (July 2000) - 5. Dark Challenge (November 2000) - 6. Dark Fire (August 2001) - 7. Dark Dream (September 2001) - 8. Dark Legend (January 2002) - 9. Dark Guardian (May 2002) - 10. Dark Symphony (February 2003) - 11. Dark Descent (May 2003) - 12. Dark Melody (November 2003) - 13. Dark Destiny (July 2004) - 14. Dark Hunger (August 2004) - 15. Dark Secret (February 2005) - 16. Dark Demon (March 2006) - 17. Dark Celebration (August 2006) - 18. Dark Possession (August 2007) - 19. Dark Curse (September 2008) - 20. Dark Slayer (September 2009) - 21. Dark Peril (September 2010) - 22. Dark Predator (September 2011) - 23. Dark Storm (September 4, 2012)

O que são os Cárpatos?

Os Cárpatos, são uma raça poderosa e antiga. Eles têm muitos poderes, incluindo a capacidade de mudar de forma e uma longa expectativa de vida. Embora se alimentam de sangue humano, não matam suas presas humanas e na maior parte do tempo vivem entre eles sem serem detectados. Apesar de seus dons, os Cárpatos estão à beira da extinção. Pouquíssimas crianças nasceram entre eles nos últimos séculos, e os que que nasceram são do sexo masculino e muitas vezes morrem no primeiro ano de vida. Tem sido mais de 500 anos desde que uma fêmea tenha nascido. Sem mulheres que possam se tornar suas verdadeiras companheiras, os homens Cárpatos perdem a capacidade de sentir emoções e de ver em cores. O único sentimento que lhes resta é a emoção de matar. Uma vez que um Cárpato mate uma vítima, ele se transforma num vampiro cruel e sanguinário, tal como são conhecidos nas lenda humanas (excluindo-se aqui o Edward Cullen, tá gente?). Como quase não existem mulheres os homens são forçados a fazer uma escolha difícil: tornar-se um vampiro ou aguardar o amanhecer e torrar ao sol cometendo suicídio. A salvação para os Cárpatos é encontrar uma mulher que seja sua verdadeira companheira e readquirir a capacidade de ver em cores e  ter suas emoções são restauradas. Somente sua verdadeiras companheiras podem salvar suas almas!

Sobre a versão brasileira:

Acho que faltou ao livro mais uma revisão, o que com certeza faria a versão brasileira mais perfeita. Muitos erros de gênero, falta de travessão em algumas falas, erros de concordância... Para quem não conhece a história pode causar certa estranheza em algumas partes. O que mais senti foi a tradução de um trecho em que a Raven e Mikhail discutem:

Na versão traduzida que li:

- Disse-me que só iria sair, que não faria nada perigoso. Não era preciso me mentir sobre o que estava fazendo. Sei que é o peixe gordo da região, mas eu dedico a isto precisamente. Persigo assassinos. Supõe-se que somos um casal, Mikhail.
Byron, Eric e Jacques se olharam elevando as sobrancelhas. Byron desenhou com os lábios, a expressão ‘peixe gordo’. Nenhum deles se atreveu a sorrir. Sequer Jacques.

Como está no livro:

- Você me disse que só iia sair, nada perigoso. Não era necessário mentir pra mim sobre o que você ia fazer. Sei que é você é o maioral por aqui, mas é isso que eu faço. Eu rastreio assassinos. Nós precisamos ser parceiros, Mikhail. Eu poderia ter ajudado.
Byron, Eric e Jacques levantaram as sobrancelhas uns para os outros. Byron murmurou a palavra maioral. Ninguém se atreveu a sorrir, nem mesmo Jacques.
Confesso que senti falta da expressão peixe gordo na tradução da universo. Acho bem mais ofensivo ( o que era a intenção da Raven) do que maioral!

O que achei do Livro:

Deixa eu contar uma coisa pra vocês: O livro é ultrasuperveryveryhot!
Agora vamos falar sobre Mikhail (tudodebomgostosoeveryveryhot) e Raven. Ele é o príncipe de sua gente e está cansado. Sente que está próximo a ter que fazer a escolha de sua vida (morrer ou tornar-se vampiro) e pensa seriamente em desistir. Então, uma humana consegue se comunicar telepaticamente com ele, mudando sua decisão e toda sua vida! Ele busca essa mulher que tem o poder de se comunicar com ele e... voilá! Começa a ver em cores e sentir emoções que o deixam aturdido.
Então ele arrasta Raven para sua vida, decidido a torná-la sua companheira. Sim, o macho alfa a rapta e a leva para sua casa com a intenção de mantê-la pra si. Sim os Cárpatos são muito possessivos com suas mulheres, mas jamais fariam mal a elas. Elas são sua vida.
- Não tenha medo pequenina. - ele sussurrou delicadamente. - Eu jamais machucaria você. Para mim, seria impossível fazer algo assim. (Pág. 81)
O problema é que Mikhail está acostumado a mandar e ser obedecido por todos (ele é o príncipe, oras) e a Raven não é uma mocinha muito passiva não. Está sempre discutindo sobre seus direitos, seu livre- arbítrio e sobre a mania de Mikhail querer mandar em tudo! Na relidade ele só quer protegê-la, afinal existem assassinos a solta, querendo matá-los!


-Você precisa fazer alguma coisa sobre a sua arrogância. Só porque tem poder não quer dizer que tenha que se gabar dele. (Pág. 25)
Raven luta bastante contra esse jeitão autoritário do Mikhail, e olha, ele faz várias concessões só para fazê-la feliz! Chega a deixar os outros Cárpatos de boca aberta. Não que Mikhail consiga deixar de ser mandão, mas ele consegue ser super fofo!


- Sabe Mikhail, estou começando a pensar que a minha primeira avaliação do seu caráter estava certa. Você é arrogante e autoritário.
Ele foi nadando até ela com braçadas preguiçosas e tranquilas.
-Mas eu sou sexy.(Pág. 259)
E sim! A Raven acaba se apaixonando perdidamente pelo Mikhail. Um amor tão profundo quanto o que Mikhail sente por ela.  Depois que Raven descobre esse amor tão forte, ela só tem que descobrir como viver entre os Cárpatos, como ser uma deles.
- É melhor eu casar com você Mikhail. Você precisa de mim desesperadamente. (Pág. 153).
O Príncipe Sombrio é um livro maravilhoso. A autora consegue nos mostrar uma riqueza de detalhes e de tal forma que a gente quase acredita que pode encontrar um Cárpato por aí. Preparem-se porque a série é viciante e uma vez que você lê, se apaixona e vai querer todos os livros. Aliás, vai querer um Cárpato para chamar de seu! Recomendadíssimo!


Quer saber mais sobre a Christine Feehan?
http://www.christinefeehan.com


Quem já comentou sobre o Príncipe Sombrio:
Tonks - Romances in Pink
Serena - Leitura Cabulosa
Ana - Eu Fases
Juliana - As Meninas que Lêem Livros
Regina - Um Livro no Chá das Cinco
Rafael - Leituras Vivas
:

Um comentário:

  1. Mais uma série que me deu água na boca. Vou ser obrigada a ler...
    Gracias pela ótima dica!
    Beijos!

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM