07/05/2012

# Leituras de Carol # Novo Conceito

Tahereh Mafi - Estilhaça-me - Novo Conceito

Leituras de Carol nº 637
Título original: Shatter me

Juliette nunca se sentiu como uma pessoa normal. Nunca foi como as outras meninas de sua idade. O motivo: ela não podia tocar ninguém. Seu toque era capaz de ferir e até matar.
Durante anos, Juliette feriu e, segundo seus pais, arruinou o que estava à sua volta com um simples toque, o que a levou a ser presa numa cela.

Todo dia era escuro e igual para Juliette até a chegada de um companheiro de cela, Adam. Dentro do cubículo escuro, Juliette não tinha notícias do mundo lá fora. Adam ia atualizando-a de tudo.

Juliette não entendeu bem o que estava acontecendo quando foi retirada daquela cela e supostamente libertada, ao lado de Adam, e se vê em uma encruzilhada, com a possibilidade de retomar sua vida, mas por caminhos tortuosos e totalmente desconhecidos.


Já tinha visto comentários de que esta história tinha altas doses do mundo X-Men, alguns achando isso positivo... outros nem tanto.

Juliette tem um poder. O poder de matar só em tocar uma pessoa. Para ela isso é uma maldição para outros um dom. Há aqueles que acham o dom de Juliette uma forma de manter o poder. Já outros têm certeza que o poder de Juliette ajuda as pessoas.

Os primeiros a trancafiaram há 3 anos e nos últimos 264 dias ela não viu ou falou com outra pessoa, mas de repente um rapaz está com ela junto a cela. Mas não qualquer rapaz, ele veio do passado.

O mundo não é mais o mesmo, o Restabelecimento é quem dita as regras, mas a resistência está a espreita, esperando só uma chance de reverter a situação.

A primeira parte do livro Juliette está tentando não enlouquecer, na segunda temos ela descobrindo onde está, quem a prendeu e o que querem dela. Após isso ela foge, se envolve ainda mais com Adam e descobre que existe um lugar onde pessoas como ela vivem (com direito a Castle, uma espécie professor Xavier) e até uniforme.

No geral eu gostei da trama, mas queria fazer alguns comentários.

O TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo) que a autora incutiu em Juliette me deu nos nervos, repetir as palavras três vezes me cansou (provavelmente ela usou esse recurso como forma de Juliette não enlouquecer de vez, mas achei chato).

Gostei do romance mesclado a história, afinal estamos tratando de um Young Adult com inspiração distópica e afinal na vida nem tudo é só guerra e luta contra aqueles que nos oprimem. A descoberta e de certa forma a celebração do amor (afinal em YA não tem cenas de sexo) dão um toque especial.

Nesse quesito achei ótimo que se você gostou das cenas românticas (sensuais) do livro recomendo que leia romances de banca. Isso acontece lá o tempo todo e é uma delícia (apesar que essa recomendação aqui no Mulheres Românticas é mais do mesmo, risos).

Para saber o que vai acontecer com Juliette, Adam, Warner e O Restabelecimento só ano que vem (snif).



 
Tenha um gostinho deste livro lendo um trecho AQUI

Shatter me - Estilhaça-me
Unravel me - Ainda sem título em português - Lançamento nos EUA 05/02/2013
Ainda sem título em inglês - Lançamento nos EUA - Outono 2013


Tahereh Mafi é uma garota. Ela nasceu em uma cidade pequena em Connecticut e, atualmente, mora no Condado de Orange, Califórnia, onde o clima é um pouco perfeito demais para seu gosto. Quando não consegue achar um livro, ela é vista lendo embalagens de balas, cupons e receitas antigas. Estilhaça-me é seu primeiro romance.

A autora tem site ( e lá você pode conferir em inglês o anúncio do segundo título ), twittertumblr e página no facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM