01/08/2012

4

Betina Krahn - O Encantamento - Clássicos Históricos Especial 333




Um Coração Feminino

Forte, atraente e determinada, Aaren Serricksdotter é a filha mais velha de um guerreiro viking e de uma bela Valquíria. Mas pelo poder de um antigo encantamento, ninguém pode desvendar os verdadeiros segredos de seu coração, talvez nem ela própria...

Um Homem Encantado

Herdeiro do trono nórdico, Jorund Borgerson está dividido entreo legado violento do seu clã distante, uma guerreira linda, que desperta em Jorund um desejo como nenhuma outra mulher o fez até então...

O Encantamento

Unidos por uma força tão misteriosa quanto poderosa, Jorund e Aaren precisam descobrir o segredo de sua incomum união. Pois em tempos de violência e caos, um guerreiro e uma guerreira precisam se preparar para a batalha final, uma jornada que vai além do derramamento de sangue, até o verdadeiro encantamento que, or direito, todo homem e mulher que já amou merece ter...

De primeira... esse livro causou frisson por essa capa! Gente... o que é isso?! (ploft) o mais que tudodebomgostoseveryhot do John DeSalvo com esse peitoral, essas coxas... cabelos esvoaçantes (que sabemos ser photoshop, mas não tô nem aí) já são motivos os suficientes para eu comprar este livro.

E a história me surpreendeu. Gosto muito do período medieval retratado na Escócia, Inglaterra, mas Betina Krahn me trouxe a cultura viking, com seus guerreiros corajosos e beberrões e suas mulheres guerreiras, seja nas tarefas domésticas ou na guerra. 

Aaren foi treinada como uma guerreira, segundo o seu pai ela é filha de uma valquíria e está sob um encantamento, ela só entregará seu corpo e seu coração (e consequentemente suas irmãs mais novas só casarão quando ela casar, bem na linha Megera Domada né?) ao guerreiro que a derrotar em uma batalha. 

E as circunstâncias (conhecidas também como pais espertos e manipuladores, risos) fazem com o único guerreiro que pode "quebrar o encanto" é Jorund.

Só que Jorund não quer mais saber de guerra, convertido ao cristianismo, ele quer que o clã prospere por outros meios, mas como resistir ao desafio dessa mulher que abala suas convições?

O livro tem partes ótimas (principalmente com o Jorund mostrando seu lado conquistador) e também mostra o conflito de Aaren, pois ela é criada de forma diferente das outras mulheres, a dicotomia masculino/feminino a deixa confusa com a nova realidade no clã do Jorund. 

Recomendo.


4 comentários:

  1. Já li esse livro, amei!! É envolvente, sensual... enfim a estória é muito bem contada, além de não se ver muito o tema viking.

    Tb recomendo!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. O homem é uma fornalha! hahahaha

    ResponderExcluir
  3. Essa capa é bem UAU!!! Depois de olhar o físico do rapaz eu fiquei aqui matutanto um frio desses e ele só usa isso. Deve ser muito fogo, num ser desses... hahaha
    Gostei da estória... lutar com uma mulher... hehehe...
    Não lembro de livros com vikings... o.O

    ResponderExcluir
  4. Realmente, preciso concordar com vc: que coxas são essas? kkkk

    ResponderExcluir

Seja um seguidor!

Siga no Instagram

Curta no Facebook