[FECHAR]

08/10/2012

# Editora Arqueiro # James Patterson

James Patterson & Maxine Paetro - Private - Arqueiro




Leituras de Carol nº 665
Título original: Private



Só há um lugar seguro para os segredos dos poderosos. Jack Morgan é dono da Private, a melhor agência de investigações que existe, com escritórios em vários cantos do planeta. É a ele que os homens e as mulheres mais influentes do mundo recorrem quando precisam de total eficiência e máxima discrição. A agência é o único recurso quando a polícia não pode fazer mais nada. Os criminosos estão à solta. Enquanto Jack e sua equipe investigam o assassinato de 13 garotas, surgem dois outros casos, bem mais pessoais. Fred, tio de Jack, procura-o pedindo ajuda com um escândalo financeiro que pode destruir a liga profissional de futebol americano. E a esposa do melhor amigo de Jack, Andy Cushman, é encontrada morta. Com a Private, nenhum caso fica sem solução. Os três mistérios parecem insolúveis, mas Jack conta com os melhores investigadores e com o que há de mais avançado em tecnologia – recursos que, muitas vezes, não estão à disposição da polícia. Além disso, a agência não responde a instituições oficiais, portanto, nem sempre precisa jogar de acordo com as regras.

Na resenha de O Espião já adianto que as Românticas gostam de livros com espiões, detetives e afins. 
Quando o perfil do blog ganhou uma promoção via twitter o livro Private - Missão Jogos Olímpícos vi a oportunidade de trazer mais obras com essa temática para o blog (afinal o romance, mesmo de forma leve, aparece nos livros).

Mas "Missão Jogos Olímpicos" é o terceiro de uma série (a editora aproveitou as Olimpíadas de Londres e lançou o livro que tem os jogos como pano de fundo logo). E apesar de conseguir ler sem problemas o melhor é começar uma série pelo seu início. Foi nessa hora que surgiu Natália (Menina da Bahia) e me emprestou este livro.


A Private era uma empresa respeitada até que Tom Morgan se meteu em confusão, foi preso e estragou tudo. Mas, mesmo na cadeia ele passa o comando da empresa para seu filho Jack, ex-fuzileiro.

Jack nunca concordou com os métodos do pai e trabalha muito para fazer da Private uma grande empresa, e ele consegue isso ao ponto de abrir filiais em outros países. Para isso ele conta com uma ótima equipe.

Na matriz  estadunidenese estão (copiei com autorização do post da Menina da Bahia):

  • Justine Smith: é a número dois na Private. Uma psicóloga de profissão, ela usa sua perspicácia, treinamento e determinação para resolver os casos. Antigamente, Justine e Jack eram amantes.
  • Rick Del Rio: Investigador. Ele serviu na Marinha com Jack e é o único sobrevivente do  acidente de helicóptero no Afeganistão. Rick começou a ter alguns problemas em seu retorno do serviço, mas depois de uma pena de prisão de quatro anos durante os quais ele passou seu tempo estudando direito penal, ele aceitou a oferta de Jack para vir trabalhar na Private.
  •  
     
  • Emilio Cruz: Investigador. Emilio é um investigador em particular. Uma vez campeão mundial de boxe, deixou os ringues e se tornou um policial. Eventualmente, ele deixou a força e trabalhou como investigador particular para a Promotoria antes de ingressar na Private.
  •  
     
  • Seymour Kloppenberg, conhecido como "Dr. Sci": Criminologista Chefe. Ele adora tecnologia e tem sempre os dispositivos mais avançados em seu laboratório. Quando não está no seu laboratório, ele gosta de conversar com sua namorada virtual, Kit-Kat. Ele também adora filmes de terror.
  •  
     
  • Maureen Roth, ou "Mo-bot": Especialista em Informática. Ela é o gênio da computação na Private. Têm cinquenta anos, mas é jovem de coração. Possui tatuagens e cabelos espetados.

  • Os cérebros privilegiados da equipe de Jack vão se deparar com três casos completamente diferentes entre si e isso vai exigir muita astúcia de todos.

    O assassinato de 13 garotas está tirando o sossego da polícia e também da Private que ainda não encontraram um elo entre os crimes. Enquanto isso a esposa de um dos melhores amigos de Jack (Andy) é assassinada em casa. Não há pistas para o verdadeiro motivo, mas a Private vai descobrir.

    E para "complicar" ainda mais as coisas, o tio Jack que é dirigente da NFL (National Football League - Liga de Futebol Americano) quer que a agência investigue a suspeita de compra de resultados na liga, um escândalo que se for a público vai colocar em xeque a credibilidade de um dos esportes mais queridos entre os estadunidenses e que mais faturam no mundo.

    Se em O Espião a trama se passava no início do século XX e a tecnologia não era uma das personagens principais da trama, neste livro que se passa já no século XXI ela aparece em todo o seu esplendor.

    A leitura flui rápida e ao terminar fiquei muito feliz por saber que em um livro com 206 páginas os autores conseguiram fazer com que tantas coisas acontecessem sem parecer tudo apressado.

    Leitura recomendada

    Private
    Private #1 Suspect
    Private Games - Private Missão Jogos Olímpicos
    Private Berlin (lançamento em 2013)
    Private Paris (sem previsão de lançamento nos EUA)
    Private Rome (sem previsão de lançamento nos EUA)

    4 comentários:

    1. Essa série é a minha cara!
      Adoro um bom livro policial, e essa série chegou arrasando, ela já está na minha lista.

      ResponderExcluir
    2. Sou fã deste autor, infelizmente não li tantos livros dele como gostaria,este é um deles.
      Bjs, Rose.

      ResponderExcluir
    3. Editoras e suas manias de não publicar livros em ordem...
      Mas falando da resenha, eu acredito que esse autor seja dos bons, vejo muitos elogios... gosto de tramas om detetives... e quando te ajuda da tecnologia tb é bem legal. Gostei da lista dos "cérebros", uma equipe campeã. =)

      ResponderExcluir

    POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM