17/12/2012

3

Sylvia Day - Toda Sua - Paralela


Leituras de Carol nº 679
Título original: Bared to You

Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela — e provavelmente qualquer outra pessoa — já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer — e é claro que Eva acaba se entregando.

Uma relação intensa começa. O sexo é incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam — o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.

Depois que a Intrínseca conseguiu comprar e publicar no Brasil a trilogia 50 tons e que, assim como no resto mundo, vendeu horrores, outras editoras brasileiras buscaram publicar livros no mesmo estilo: romance adulto erótico. Ainda não li 50 tons (Flavinha já leu) e como temos gostos muito parecidos creio que a temática de 50 tons não é tão "inovadora" assim, os romances publicados pela Nova Cultural e Harlequin já traziam praticamente a mesma a temática há mais de 30 anos (guardando as devidas proporções de época e com a maior liberação feminina com relação a seu próprio corpo e ao sexo).

O segundo título que causou furor entre as leitoras brasileiras é Toda Sua da Sylvia Day publicado pela Paralela (selo pertencente a editora Companhia das Letras), já conhecia a autora de outra série (com temática histórica) que já resenhei aqui.

Não tenho como comparar Toda Sua com 50 Tons de Cinza, afinal não li o trabalho da E.L. James, mas há impressão de que  a história de Gideon Cross e Eva Tramell (e esse #InstintoSelvagemfeeeling) parece ser menos adocicada que a de Christian Grey e Anastasia Steele (afinal, apesar do trauma, Eva é um tanto mais liberada que Ana).
 A atração é instantânea e Gideon é insistente, chegando às raias da grosseria; por mais afim que estejamos do cara e o acharmos #tudodebomgostosoeveryhot uma abordagem "Você está dormindo com alguém... se não está eu quero te comer" não é muito linsonjeira. Pensem num personagem da Miranda Lee... daqueles dominadores da série Paixão que não dão chance para a mocinha pensar no que está fazendo e se vê envolvida pela masculinidade e sensualizade crua do cara, multiplique isso e temos Gideon Cross.

Claro que os dois personagens têm seus problemas e precisam se ajustar a intensidade do relacionamento, os de Eva são tratados nesta história, mas os de Gideon só no decorrer da trilogia (é, mais uma série para comprometer nossos saldos de cartão de crédito).

Posso dizer que gostei muito do livro e vou aguardar a publicação dos próximos (de acordo com a editora Profundamente Sua será publicado em dezembro).

E que venham novos livros com essa temática, afinal como SEMPRE dissemos, romances com temática adulta e eróticos têm público no Brasil, só precisam ter uma divulgação melhor. 


Flavinha também já leu, vejam o que ela diz AQUI

3 comentários:

  1. Só fã número 1 da série Crossfire! Eu achei Profundamente Sua melhor ainda do que Toda Sua, espero que o terceiro livro seja bombástico ;)
    Gosto muito da escrita da autora e fico contente em saber que mais livos dela serão publicado no ano que vem! Uhuuuuuu
    Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante de Toda Sua. A escrita é tão melhor que 50 tons que dá até nervosinho. Mas, convenhamos, alguns diálogos são um pouco "filme pornô" demais, né? ~:D

    Não vejo a hora de ler Profundamente Sua!

    bjos!

    ResponderExcluir
  3. Também estou na curiosidade para ler Profundamente Sua e o terceiro livro :)

    ResponderExcluir