[FECHAR]

13/02/2013

# Companhia das Letras # Cyril Pedrosa

Cyril Pedrosa - Três Sombras - Companhia das Letras



Leituras da Rebecca nº 37

Joachim e seus pais levam uma vida tranquila em uma pequena casa no campo. A aparição de três sombras no alto de uma colina, no entanto, corrói a harmonia da vida em família e enche os pais de dúvidas. Seriam viajantes? Por que estão rondando a casa? A cada tentativa de proximação, as figuras misteriosas desaparecem. Logo, eles percebem que as sombras estão ali para buscar Joachim. Recusando-se a aceitar esse fato, o pai foge com o filho em uma viagem febril e desesperada, sempre com as sinistras sombras em seu encalço. Joachim deixa assim seu mundo idílico pela primeira vez para viajar por terras hostis em um navio precário, onde conhecerá um mundo cercado de adultos trapaceiros e imorais. 


Quando comprei esse livro não fazia a mínima ideia do quanto que ia me emocionar. Eu pensei "Deve ser uma história engraçada sobre um menino aprontando altas confusões pelo mundo", nada poderia me preparar para a profundidade da mensagem que esse HQ traz.

Pra começar a arte me impressionou muito, o traço cuidadoso de Cyril Pedrosa, que já trabalhou na Disney, colocou cada cena no lugar certo, não houve excessos. Ele usa somente pincel e tinta e o resultado é uma obra fantástica. Pela primeira vez li um HQ e terminei com a sensação de ter lido um livro.

Eu não vou estragar o final, mas posso dizer que a fábula é uma parábola sobre a forma como algumas coisas não podem ser evitadas, não importa quanta força e determinação nós temos. Além disso, "Três Sombras" é sobre desfrutar a vida, tanto quanto possível. 

Este é um dos melhores HQs que já li e eu recomendaria para qualquer um. A história é simples, mas profunda e comovente. Uma leitura obrigatória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM