[FECHAR]

15/05/2013

# Affonso Solano # Fantasy

Affonso Solano - O Espadachim de Carvão - Fantasy



Leituras de Rebecca nº 49

Filho de um dos quatro deuses de Kurgala, Adapak vive com o pai em sua ilha sagrada, afastada e adorada pelas diferentes espécies do mundo. Lá, o jovem de pele absolutamente negra e olhos brancos cresceu com todo o conhecimento divino a seu dispor, mas consciente de que nunca poderia deixar sua morada. Ao completar dezenove anos, no entanto, isso muda. Testemunhando a ilha ser invadida por um misterioso grupo de assassinos, Adapak se vê forçado a fugir pela vida e se expor aos olhos do mundo pela primeira vez, aplicando seus conhecimentos e uma exótica técnica de combate na busca pela identidade daqueles que desejam a morte dos Deuses de Kurgala.

Adapak já é apresentado em plena ação, eu gostei disso pois já começa mostrando as habilidades dele como um lutador e pude perceber um pouco do caráter dele também. Não há prazer durante a luta, apenas técnica e sede de sobreviver, nosso herói não é um sanguinário.

O Espadachim de Carvão é um livro que me surpreendeu do início ao fim em vários aspectos. Não era um livro imenso e a timeline era fragmentada, entregando apenas o suficiente para o leitor querer ler cada vez mais. Acabou rápido, mais rápido até do que eu queria na verdade rsrsrsrsrsrs! Não conseguia parar de ler!

A trama tem ingredientes na medida certa com ação, mistério, mitologia e até mesmo romance! Adapak é um rapaz ingênuo cujo o coração já foi partido, ele sempre carrega consigo a carta de sua amada e isso realmente me cativou. Claro que o corpo sarado e seus olhos enigmáticos também tem seu mérito! Rsrsrsrsrsrsrs! Outra coisa legal é saber que ele adora ler! Achei essa característica muito legal e aproxima o herói do leitor.

Percebi uma influência de H. P. Lovecraft bastante forte na obra, principalmente na figura do pai de Adapak e no capítulo de sua viagem para outro continente quando escreve um diário. Stephen King foi uma influência que senti nas reviravoltas do personagem.

Os Círculos de Tibaul foi a técnica de luta criada pelo autor que me deixou realmente muito curiosa, unir luta e matemática foi algo muito original e me deixou com vontade de ver como isso funcionaria em animações e vídeo games.

O livro termina torcendo todas as ideias que eu poderia ter, foi uma surpresa total, Kurgala realmente é um mundo onde tudo pode acontecer. Muito bom! Espero visitar Kurgala novamente e conhecer muito mais dessa terra. Enfim, é  um livro de fantasia sensacional, com uma história emocionante e com personagens cativantes. Recomendo muito! E que venham mais histórias!

3 comentários:

  1. Nossa, que diferente, não conhecia, mas adoro coisas do gênero, acho que vou procurar!!
    Ótimo post!! ^^
    Beijoos

    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Estou no final do livro e recomendo muito, como a Rebecca falou é algo que te instiga a ler de início ao fim.
    Muito bom Affonso :)

    ResponderExcluir
  3. também terminei de ler o livro ,a reviravolta é muito boa mesmo ,a historia em si tambem sabe mesclar comédia com ação ,suspense(?) , que venha o próximo ...

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM