10/10/2013

# Flor da Pele # Harlequin Books

Lori Wilde - Suave - Harlequin Books


Leituras de Flavinha nº 498

Desesperado para provar a sua ex que é capaz de ser um homem sério, o bilionário Jeb Whitcomb passou um ano se dedicando a projetos filantrópicos e em (quase) celibato. Agora, é um homem novo. Mas quando recebe notícias de que o amor de sua vida aceitou se casar com outro, iça as velas de seu barco e parte. Ele tem apenas quatro dias para cruzar o oceano e impedir a cerimônia. Já em alto-mar, Jeb descobre uma passageira clandestina... Ninguém menos do que Haley French, a única mulher capaz de fazer um homem regenerado como ele se comportar muito, muito mal! E ela está furiosa! Haley escapou de sua disciplinada rotina de enfermeira por uma única noite, e agora está velejando em direção à Flórida na companhia de um playboy com quem teve um casinho rápido. Dentro da embarcação, Jeb e Haley não tem como evitar o forte magnetismo sexual que os liga. Durante quatro dias entre o céu e o mar, nada mais terão a fazer senão aproveitar o suave embalo das ondas…

Primeiro devo dizer que achei esse livro muito "suave" para estar na série Flor da Pele. O começo é meio chatinho. Jeb parece aqueles playboys que se acha a última Coca-Cola no deserto. Haley uma reclusa chata e controladora. Daí descobrimos que o Jeb está tentando mudar sua imagem e que a Haley tem motivos para ser tão chatinha.

O problema eu acho, é que por Jeb estar "mudando" de vida por conta da ex-namorada fica se sentindo culpado por estar com tesão na Haley. E acreditem, o livro é bem como a música de Djavan, em que os dois não se decidem se dão ou não. Fora isso, é uma daquelas leituras de uma tarde, rapinhas e sem pretensões. 

Acho que este livro deveria ter sido publicado na Série Desejo. Talvez se encaixasse melhor. Para concluir, o livro é o SEGUNDO de uma série chamada “Stop the Wedding”. Vacilo, hein Harlequin? Podia ter publicado na ordem!


Stop the Wedding

1 – Night Driving 
2 – Smooth Sailing – Suave – Flor da Pele 03
3 – Crash Landing 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM