15/11/2013

# João Varella # Leituras de Carol

João Varella - A Agenda - Novo Conceito


Leituras de Carol nº 758

Sandra Macedo é uma alta executiva de marketing. Obstinada e competente, sua eficiência é reconhecida pelos funcionários e pela diretoria da holding onde trabalha.
Exemplo de mulher bem-sucedida, Sandra vive atolada entre as obrigações profissionais e uma filha que não lhe dá muita atenção. Em meio a essa correria, fica difícil dedicar um tempo ao lado afetivo. Assim, ela acaba se envolvendo com pessoas que podem comprometer sua carreira e sua saúde emocional. A não ser que ela deixe de ser a menininha que, no fundo, continua sendo...

Admito que uma frase da sinopse "A não ser que ela deixe de ser a menininha que, no fundo, continua sendo" me fez esperar uma ma coisa do livro. Achava que Sandra tinha algo represado dentro de si e que ao por para fora se tornaria uma pessoa melhor. Mas João Varella me traz algo muito diferente. A "descoberta" dos poemas faz com que Sandra se descubra outra pessoa, faça escolhas, mas estas escolhas a fizeram se tornar uma pessoa melhor?! Há controvérsias. 

A leitura fluiu de uma forma que li de uma vez só. O autor passeia por personalidades interessantes durante a narrativa, a secretária "bajuladora", a estagiária interesseira, o garoto estudioso, o jornalista em fim de carreira, o jovem profissional e, é claro, a executiva.  

E nas passagens que tratavam do jornalista Barbosa eis que uma frase me chamou a atenção por sintetizar o sentimento com relação a minha própria profissão (a de ser jornalista). Admito que a depender de onde se trabalha pode se ter "glamour e aventura" mas a vida de jornalista não é só isso.




Confira o booktrailer

Para conhecer um pouco mais de João Varella confira a entrevista dele no blog da Novo Conceito clicando AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM