14/12/2013

2

John Green - A Culpa é das Estrelas - Intrínseca




Leituras de Cláudia nº 03

Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

O livro é fantástico, conta um pouco os dilemas adolescente sob a perspectivas de jovens portadores de câncer alguns em estágios terminais, ao contrário do que se pode imaginar é uma leitura leve, cheia de esperança que nos leva a refletir sobre questões cotidianas. O amor inesperado que surge entre Hazel e Augustus e principalmente seu desfecho é impressionante, vale a pena conhecer essa história. Imperdível! Recomendo!

2 comentários:

  1. Eu quero muito ler, todo mundo só terce elogios ao livro que futuramente terá um filme.
    Gostei da resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  2. O livro sem dúvida é emocionante, e agora estou na expectativa em relação ao filme.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir