10/03/2014

2

Susan Meier - Tudo por uma Família - Harlequin Special 83



Leituras de Flavinha nº 518


Desde o momento em que pegou a filha nos braços pela primeira vez, Grace soube que sacrificaria qualquer coisa por ela. Mesmo que isso signifique se encontrar novamente com o homem que partiu seu coração, e que nem mesmo sabe que se tornou pai… Danny Carson é o antigo chefe de Grace, e está mais lindo e atraente do que nunca. Mas uma tragédia em seu passado o deixou descrente do amor. Ainda assim, e apesar da desconfiança de Grace, ele quer estar presente na vida da pequena Sarah. Contudo, será que Danny conseguirá superar seus traumas e formar uma família de verdade?

Então, mocinho ogro que consegue nos conquistar são raros (beijo Diana Palmer e seus cavalgaduras) e difíceis de encontrar. Danny e Grace trabalham juntos, se sentem atraídos e acabam transando. Daí ele viaja e passam uma semana separados. Ele liga pra ela e ela não atende (porque ela tem uma vida própria e não está sentada esperando ele ligar) e ele já acha que ela é uma impostora, vigarista que só quer o dinheiro dele, que é falsa e blá, blá blá. Quando se encontram ele dá um fora nela de fazer chorar.

Então a Grace descobre que tá grávida e vai contar pra ele que terão um filho. O Danny? Diz que não acredita e que mesmo que fosse verdade ele não é o pai e a trata como uma prostituta qualquer e dá outro fora nela de fazer chorar.

Grace tem uma gravidez filha da puta, sai do emprego, e tem a ajuda dos pais com a bebê. Quando a filhinha está com seis meses, ela resolve dar outra chance ao ogro e leva a filha para ele conhecer. O Danny? Ameaça pedir a guarda da filha e tomar a menina dela. 

Grace mais uma vez, tenta dar uma chance ao cara e propõe uma guarda compartilhada e é aí que achamos que o Danny vai se redimir e dar aquela reviravolta de vilão a mocinho... mas ele continua sendo um idiota. Nem a história trágica em seu passado que a autora usa para explicar as atitudes dele me convenceram. O cara é um babaca. Tive raiva o livro todo. E só nas duas páginas do epílogo achei que talvez ele poderia se tornar uma pessoa melhor.

Acho que não vale a pena o desgaste. o livro é muito chato. Se eu fosse você ficava longe desse livro.

2 comentários:

  1. eu amo história com bebês e a série special da harlequin, mas fiquei com receio agora
    em pensar que quase comprei esse livro!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tive a mesma opinião que você. Achei uma perda de tempo a leitura, mas por se tratar da série Special que normalmente trata de histórias mais meiguinhas continuei lendo na esperança da história melhorar, mas que nada. Mocinho insuportável.

    ResponderExcluir