08/07/2014

0

Charlei Lovett - O Retrato - Novo Conceito



Leituras de Flavinha nº 539

Um livro para aqueles que amam os livros. 1995. A morte precoce de Amanda Byerly foi um golpe duro, que encheu de tristeza o coração de seu marido, Peter. Mais introspectivo do que nunca, ele decide deixar os Estados Unidos e se instalar na Inglaterra, onde passa a se dedicar à recuperação e à negociação de livros raros. Em um de seus dias de pesquisa solitária, Peter se depara com o retrato de uma jovem muito parecida com sua amada esposa, guardado dentro de um livro. A semelhança impressiona, mas a aquarela foi pintada há muito, muito tempo. Trilhando um sinuoso caminho entre a era vitoriana e o final do século XX, Peter passa a investigar a origem do misterioso retrato. As pistas acabam por levá-lo a se envolver em um mistério histórico: uma obra perdida do dramaturgo William Shakespeare. "O Retrato" é uma fascinante mistura de suspense e paixão que nos convida a viajar no tempo, no rastro de histórias sobre livros.

Quando peguei esse livro para ler tive a expectativa que seria algo como o romance (que eu amo) do Richard Matheson e que virou filme, chamado "Em Algum Lugar do Passado". E até que no começo tem algumas similaridades. Peter, um viúvo recente, encontra uma aquarela de uma mulher que é parecidíssima com sua falecida esposa, mas que data de mais de um século atrás. As semelhanças acabam por aí. Enquanto no livro de Matheson o personagem principal vai ao passado atrás da mulher do retrato, neste livro Peter entra em uma trama de suspense sobre um livro de Shakespeare.

O livro é contado em três tempos (presente, passado recente e passado distante) com capítulos marcando esses tempos. É muito bem escrito e o autor busca de relatos e personagens reais para criar essa impressionante ficção. Para os apaixonados de literatura e do escritor inglês é super interessante. Para quem simplesmente conhece e até gosta de algumas obras, o livro pode se tornar um tanto quanto cansativo.  

Achei um ótimo livro. Recomendo.


0 comentários:

Postar um comentário