[FECHAR]

23/07/2014

# Leituras de Rebecca # Lissa Price

Lissa Price - Enders - Novo Conceito



Leituras de Rebecca nº95

Depois que a Prime Destinations foi demolida, Callie pensou que teria paz para viver ao lado do ir- mão, Tyler, e do amigo, Michael. O banco de corpos foi destruído para sempre, e Callie nunca mais terá de alugar-se para os abomináveis Enders. No entanto, ela e Michael têm o chip implantado no cérebro e podem ser controlados. Além disso, o Velho ainda se comunica com Callie. O pesadelo não terminou. Agora, Callie procura uma maneira de remover o chip – isso pode custar sua vida, mas vai silenciar a voz que fala em sua mente. Se continuar sob o domínio dos Enders, Callie estará constantemente sujeita a fazer o que não quer, inclusive contra as pessoas que mais ama. Callie tem pouco tempo. Obstinada por descobrir quem é de fato o Velho e desejando, mais que tudo, uma vida normal para si e para o irmão, ela vai lutar pela verdade. Custe o que custar.

É muito difícil achar o segundo livro de uma série melhor que o primeiro e a Lissa Price conseguiu essa façanha. Além de criar um universo distópico coerente, ela equilibrou a quantidade de romance com a de mistério e aventura, tem pra todos os gostos nessa saga.
Esse livro começa onde o anterior parou, mas nesse há aquela atmosfera de desconfiança e qualquer um pode ser um traidor. Callie está tentando derrotar as pessoas que usam a tecnologia do chip, mas não pode confiar em ninguém.  Ela evoluiu e se transformou em uma mulher forte que está lutando por sua família e amigos e principalmente por seu futuro. Callie acaba tomando o papel de mãe para ajudar os que estão abandonados e aproveita a riqueza que herdou pra isso. Ela é muito real nesse sentido, quem estiver esperando alguma Lara Croft pode tirar o cavalinho da chuva, ela tem medo e falha como qualquer ser humano, ela só quer cuidar do seu irmão e ter uma vida minimamente normal.
Os Enders agora são retratados em sua maioria como pessoas gananciosas e aproveitadoras, teve quem reclamasse disso, mas eu acho que aqueles que aparecem na história é que são assim, não dá pra generalizar. Não tem como saber se todos são maus e ainda há aquele conflito de gerações, adolescentes vs idosos, o que complica ainda mais a situação, já que lemos tudo do ponto de vista de uma adolescente. Outro ponto que eu queria destacar é que poder e dinheiro mudam a perspectiva das pessoas e para quem já está perto do fim, como os Enders, isso significa uma nova chance. Mesmo que isso signifique usar os mais jovens pra isso. Medoooooo!
Recomendo para quem curte distopias e suspense.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM