09/07/2014

0

Megan Shepherd - A filha do Louco - Novo Conceito


Leituras de Rebecca nº93

Juliet Moreau construiu sua vida em Londres trabalhando como arrumadeira - e tentando se esquecer do escândalo que arruinou sua reputação e a de sua mãe, afinal ninguém conseguira provar que seu pai, o Dr. Moreau, fora realmente o autor daquelas sinistras experiências envolvendo seres humanos e animais. De qualquer forma, seu pai e sua mãe estavam mortos agora, portanto, os boatos e as intrigas da sociedade londrina não poderiam mais afetá- la... Mas, então, ela descobre que o Dr. Moreau continua vivo, exilado em uma remota ilha tropical e, provavelmente, fazendo suas trágicas experiências. Acompanhada por Montgomery, o belo e jovem assistente do cirurgião, e Edward, um enigmático náufrago, Juliet viaja até a ilha para descobrir até onde são verdadeiras as acusações que apontam para sua família.

Eu já conheço a obra que inspirou esse livro, mas tentei manter o monstrinho da expectativa controlado. Aliás, o que não falta nesse livro é monstro, sejam eles humanos ou não. Curti a forma como a Megan Shepherd mostrou que monstros podem ser todos. Ela também deu uma modernizada, mas sem perder a essência da obra original, a autora deixou a medicina maluca para o pai da Juliet.
Talvez por esse ser o primeiro livro, os personagens tenham ficado um pouco rasos. Montgomery foi o que achei mais bem construído, achei ele mais vítima do Doutor Moreau que a filha dele, o garoto vive numa prisão psicológica. Quanto a Juliet, achei ela bem imprudente, mas sendo filha de quem é e sendo adolescente isso não chega a surpreender. Achei o Edward mais intrigante, não dá pra saber de que lado ele realmente está, eu fiquei super desconfiada com ele. 
E nessa brincadeira temos um triângulo amoroso muito estranho, mas interessante também, e com uma teia de mistérios perturbadora.
Recomendo para quem gosta de romances góticos cheios de mistérios e experimentos malucos.



0 comentários:

Postar um comentário