[FECHAR]

27/08/2015

# Leituras de Rebecca # Românticas Recomendam

Stephen King - Joyland - Suma de Letras




Leituras de Rebecca nº109

Joyland - Um pequeno conselho: não se aventure na roda-gigante em uma noite chuvosa.

Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer.

Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria. 

O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.


Quando o livro chegou pra mim, a primeira impressão foi estranheza. Como assim um livro fininho? 
Achei legal ter uma história tão interessante e profunda em poucas páginas. Mas não foi uma história de tirar o sono e dar pesadelos. Calma! Esse livro trabalha um aspecto muito bom desse autor que é o foco no amadurecimento do personagem. Não estamos nesse parque para tomar sustos e sim para acompanhar Devin Jones, impossível não criar um vínculo com ele, um fofo!

A história é baseada nas lembranças do protagonista, um homem idoso que não poupa ninguém dos seus conselhos, ele é um senhorzinho muito fofinho. Relaxe que isso não é spoiler, ele já começa falando dos problemas de próstata rsrsrsrsrsrsrsrsrs! O jovem Dev não sabe ainda, mas seu coração está prestes a ser partido, apesar dele viver em função da namorada que não tá nem aí pro relacionamento. Ele vai trabalhar num parque tradicional da região de Heaven Bay, onde há um mistério e isso acaba se entrelaçando no destino dele, bem do jeito que a cigana determinou (tinha que ter uma cigana no parque né?). Os outros personagens são tão pitorescos que me deu vontade de me mudar pra livro, quero ir pra lá caçar fantasmas e resolver mistérios. 

Bom trabalho Mister King! 

Recomendo para quem curte solucionar mistérios e longos passeios pela praia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM