[FECHAR]

22/06/2016

# Editora Leya # Leituras de Rebecca

Brian McGreevy - Hemlock Grove - Leya







Leituras de Rebecca n°130

Para você que está cansado de livros de vampiros e lobisomens inofensivos e sensíveis... Um mistério abala a cidade de Hemlock Grove. Quando Brooke Bluebell, uma jovem de 17 anos, é brutalmente assassinada na antiga siderúrgica de Godfrey numa noite de lua cheia, as suspeitas rapidamente recaem sobre Peter Rumancek, o jovem cigano que muitos acreditam ser um lobisomem, e Roman Godfrey, o esnobe milionário herdeiro da fábrica onde o corpo de Brooke foi encontrado. Injustiçados, Peter e Roman resolvem unir forças para descobrir o verdadeiro assassino e provar que são inocentes. A caçada começa quando outras mortes passam a ocorrer – também em noites de lua cheia - e os jovens começam a desconfiar que estão mais envolvidos com o caso do que poderiam imaginar... Em “Hemlock Grove” os arquétipos de monstros clássicos são recriados de forma inovadora e eletrizante. A cada página, o mistério se intensifica, envolvendo o leitor numa trama de horror surpreendente, indicada para aqueles com estômago forte.


Eu fui atrás do livro depois de assistir o seriado na Netflix, eu queria mais e mais detalhes sobre a história.
Uma das coisas que mais gostei nele é que os personagens não tratam das suas naturezas como algo maravilhoso e incrível. Eles apenas são o que são, convivem com as outras pessoas e tentam não causar problemas. 


A trama se passa numa cidade do interior dos EUA onde ocorrem assinatos estranhos. Os corpos são encontrados estraçalhados como se fosse um ataque de um animal feroz. Na mesma época, uma família cigana se muda pra cidade e começam os problemas para Peter Rumancek, adolescente de 17 anos que tem que enfrentar a desconfiança que sempre recai sobre sua família. Ele acaba se unindo ao riquinho enjoadíssimo Roman Godfrey para resolver esses crimes, já que desconfiam que é um lobo fora de controle que está fazendo isso.
Falando assim até parece um desses romances clichês young adult, mas o Brian McGreevy escreve tão bem que eu nem lembrei disso. Amo livros de mistério e suspense, só acho que a sinopse exagera no tal do horror. Já li livros mais pesados que esse viu? A mitologia russa é algo que foge dos padrões dos conteúdos adolescentes que vemos por aí, o autor fez o dever de casa e trouxe um material que me deixou curiosa.

Peter é um rapaz que já passou por muita coisa na vida e sabe lidar com problemas. Adoro a cumplicidade que ele tem com a mãe. Já o tal do Roman, só ganhou minha simpatia quando eu percebi que ele ama e protege muito sua irmã, que é um dos personagens mais curiosos do livro. Shelley é um ser que foi ressucitado, que tem mais de dois metros de altura e um monte de deformidades. Ela é um ser extremamente inteligente e gentil, mas come o pão que o diabo amassou na mão da mãe.

Essa dupla improvável, a mistura de tecnologia e magia em uma trama muito bem amarrada, fazem esse livro ganhar um cantinho permanente na minha estante.

Recomendo para quem gosta de thrillers que fogem do padrão.

Um comentário:

  1. Sabia da existência do seriado, mas não conhecia ainda o livro. Não assistir o seriado, mas estou de olho nele.
    Beijos

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM