[FECHAR]

16/06/2017

# Leituras de Ilca # Nicholas Sparks

Nicholas Sparks - Um amor para recordar - Novo Conceito


Leituras de Ilca #20

“Cada mês de abril, quando o vento sopra do mar e se mistura com o perfume de violetas, Landon Carter recorda seu último ano na High Beaufort. Isso era 1958, e Landon já tinha namorado uma ou duas meninas. Ele sempre jurou que já tinha se apaixonado antes. Certamente a última pessoa na cidade que pensava em se apaixonar era Jamie Sullivan, a filha do pastor da Igreja Batista da cidade. A menina quieta que carregava sempre uma Bíblia com seus materiais escolares. Jamie parecia contente em viver num mundo diferente dos outros adolescentes. Ela cuidava de seu pai viúvo, salvava os animais machucados, e auxiliava o orfanato local. Nenhum menino havia a convidado para sair. Nem Landon havia sonhado com isso. Em seguida, uma reviravolta do destino fez de Jamie sua parceira para o baile, e a vida de Landon Carter nunca mais foi a mesma.”


Assim como diz no início do livro, aos dezessete anos a vida de Landon Carter mudou completamente. Jovem em na pequena cidade de Beaufort no estado da Carolina do Norte, ele vivia com sua mãe e teoricamente seu pai em uma vida normal. Ao se ver sem escolhas no seu último ano, Landon prefere cursar uma matéria de Artes ao ter que cursar Química II e suas respectivas dificuldades. 

Acreditando que passará mais tempo dormindo do que qualquer coisa, Landon se pega incomodado com o a perspectiva de apresentação de uma peça escrita pelo Reverendo Hegbert para o Natal. O incômodo específico estar em ter que conviver com Jamie, filha de Hegbert.

Ela nunca fizera mal algum a ninguém, na verdade,a pureza de Jamie incomodava. Jamie não gastava deu tempo se divertindo com coisas da sua idade. Aos 17 anos ela gastava sua vida com os pobres e mais necessitados,isso quando não estava lendo a Bíblia. Landon não apenas se aproxima de Jamie,mas a partir do amor transformador despertado por ela e le encontra sua própria essência. 

"Sob o brilho acinzentado de um dia frio de Inverno,reparei que o seu lábio inferior tremia. Com o meu acontecia o mesmo, e percebi subitamente que o meu coração também estava a acelerar. Olhei- nos olhos, sorrindo com toda a emoção que consegui reunir,sabendo que não conseguia manter as palavras dentro de mim por mais tempo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM