Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4.15.2009

Miranda Lee - Chantagem da paixão - Paixão 81



Leituras de Carol nº147

Depois de ler uns livros (Só por uma noite, Convite ao prazer) onde as mocinhas ou não tinham vida sexual pregressa ou a tinham sublimado voltamos as personsagens "padrão" da Miranda Lee.

Jordan e Gino tinham tido um romance há 10 anos... ele tinha ido embora... e Jordan continuou a tocar sua vida, arrumou um namorado, tal e coisa, mas no fundo sempre sentia falta de Gino. Eis que quanado ela está praticamente noiva, quem está de volta? Gino!

O que achei engraçado foi que no resumo diz que ele volta "mais rico e mais sexy que nunca", mas detalhe... na época do romance ele não disse a ela que era rico... Gino volta para "atar pontas soltas", mas quem disse que depois eles querem se soltar?!

Mesmo não estando entre os melhores que li da Miranda, gostei desse livro.

Obs.: No mesmo livro tem um conto da Carol Marinelli - O amor de um príncipe, que se passa em Niroli e sinceramente eu não gostei...

Resumo:
Uma noite inesquecível...

Jordan lutou para esquecer Gino Bortelli, um italiano arrogante e sexy que foi seu amante dez anos atrás. Apesar da separação ter sido traumática, Jordan ainda sonhava com o toque de Gino. Homem algum havia sido capaz de fazê-la ter sensações tão apaixonantes como ele fizera...

Infinitos sonhos de prazer...

Os desejos incofessáveis de Jordan são atendidos: Gino está de volta! Mais experiente, mais rico e mais sexy do que nunca, ele ainda tem o poder de fazê-la derreter. E mais: ele sabe de algo que Jordan prefere manter em segredo, e está disposto a usar isso para tê-la de novo em sua cama! Será Jordan capaz de se negar a atender aos desejos do homem de sua vida?

1 comentários:

Postar um comentário

Novidades Editora Arqueiro




 

©2011Mulheres Românticas | by TNB | Layout modificado por GarotadeAquario

Copyright 2007 Mulheres Românticas Todos os direitos reservados a Flávia Cunha e Caroline Santos Proibida a cópia sem a devida autorização. Plágio é crime.