28/06/2012

# Dark Hunter # HOT

Sherrilyn Kenyon – Amante da Fantasia – Novo Século




Leituras de Carol nº 646

Título original: Fantasy Lover

Ficar preso em um quarto com uma mulher é algo formidável. Ficar preso em centenas de quartos durante mais de dois mil anos não é. E ser amaldiçoado dentro de um livro como um escravo sexual pela eternidade pode arruinar até mesmo o dia de um guerreiro espartano. Como escravo sexual, eu sabia tudo a respeito das mulheres. Como tocá-las, como saboreá-las e, principalmente, como satisfazê-las. 

Porém, quando fui evocado para realizar as fantasias sexuais de Grace Alexander, encontrei a primeira mulher na história que me enxergou como um homem com um passado atormentado. Só ela se importou em me tirar do quarto, levando-me para o mundo. Ela me ensinou a amar outra vez. Mas eu não nasci para conhecer o amor. Fui condenado a uma solidão eterna. Como general, eu tinha aceitado minha sentença havia muito tempo. Porém, agora encontrei Grace... a única coisa sem a qual meu coração ferido não é capaz de sobreviver. Com certeza, o amor pode curar todas as feridas, mas poderá também romper uma maldição de dois mil anos?


Gente! Antes do livro sair aqui no Brasil a polêmica foi grande, afinal fizeram uma enquete para escolher a capa e depois dela escolhida resolveram mudar e colocar uma que fez o livro parecer aqueles de História do Ensino Médio.

Apesar da cor dos cabelos do modelo da capa não ter muita coisa a ver com Julian da Macedônia (que é um loiraço-belzebu provocante hahahahahaha Fausto Fawcet #tededico). Eu preferi ficar muito mais com essa capa.

Detalhe... esse livro é da Flavinha e eu li antes dela (risos).

Mas vamos a história. Grace tem 30 anos, não tem namorado e nem um “amigo com benefícios” (resumindo, ela não tem vida sexual). Claro que isso advém de um trauma que ela acha que conseguiu superar, mas não conseguiu, o que é altamente contraditório considerando que ela é uma terapeuta sexual.

Sua amiga Selena resolve ajudá-la e a presenteia com o livro do Julian para ajudá-la a resolver essa “seca de sexo”, mas claro que ela não acredita. Até que ao fazer a invocação (achando tudo uma bobagem) o loiraço-belzebu provocante (risos) aparece.

Pobre Julian... de grande general macedônio foi reduzido a escravo sexual (isso é que dá mexer com os deuses bebê).
Eu lia o livro e ficava... gente com a Grace consegue não fazer igual as outras mulheres e deixar o Julian amarrado a cama? (risos). Mas “tia” Sherrilyn não a fez terapeuta sexual à toa. Só assim para não ficar com vontade de se enfurnar no quarto com o TDB Julian.

Adorei a leitura e como leitora de romances de banca digo com toda a propriedade. Taí uma história totalmente de acordo com os livrinhos impressos em papel jornal, podia sair tranquilamente como romance de banca e um monte de gente ia virar a cara. O humor, o amor, as cenas calientes, ação. Tudo está lá! Mas como ele saiu em edição de livraria ganhou status, mas para mim ele cairia em minhas mãos de qualquer jeito!

Tenha um gostinho do Julian, lendo o primeiro capítulo AQUI

Esse é somente o primeiro livro da série que a autora escreveu em 2002 (e nós aqui 10 anos atrasados)


Saga Dark Hunter:

1    Amante da Fantasia  
2    "Dragonswan"(ss)  
3    Night Pleasures      
4    Night Embrace      
5    "Phantom Lover"(ss)      
6    Dance With The Devil      
7    Kiss of the Night      
8    Night Play      
9    "Winter Born"(ss)      
10    Seize the Night      
11    Sins of the Night       
12    Second Chances      
13    Unleash the Night      
14    Dark Side of the Moon      
15    "Until Death Do Us Part"(ss)      
16    "A Hard Day's Night-Searcher"(ss)      
17    Devil May Cry      
18    Acheron      
19    One Silent Night      
20    Bad Moon Rising      
21    No Mercy      
22    Retribution      
23   Time Untime

ss (são histórias curtas)



A escritora norte-americana Sherrilyn Kenyon é uma das fundadoras do genero do romance paranormal e conhecida pela sua aclamada série Dark-Hunters, sobre guerreiros imortais. Publicada em mais de trinta países, e com milhões de cópias vendidas, os seus livros têm presença garantida nos topos de vendas do New York Times, Publishers Weekly e USA Today. 

Uma autora de culto a nível internacional, escreve também romances históricos com elementos paranormais sob o pseudónimo Kinley MacGregor (e já resenhamos um dela com pseudônimo, confira AQUI).

Sherrilyn Kenyon vive em Nashville, Tennessee, com o marido, três filhos e os animais de estimação.

Texto copiado do blog Dark Hunters Brasil 

Você pode encontrá-la no Facebook
E no site

9 comentários:

  1. Já pensou na situação?
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. E agora que temos o primeiro publicado... do jeito que está vamos estar velhinhas quando o último for publicado.

    ResponderExcluir
  3. Nem fale em dindim pouco... se não fosse a Flavinha tão cedo leria esse livro!

    ResponderExcluir
  4. Loiraço Belzebu Provocante hahahahahaha
    difícil resistir a ele!

    ResponderExcluir
  5. Meu Pai do Céu, pe isso mesmo, são 23 livro? Cai para trás.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Eu li este em ebook...
    Quando li a sinopse eu pensei: deve ser muito ruim, o cara deve passar 99% do livro na cama.
    E fiquei bem contente por estar errada. O Julian é um amor.... e a Grace é uma mulher muito forte, pq ele atenta ela viu... kkkkkkkkkk.
    Gostei muito pelo fato de envolver mitologia, sou fascinada. E foi uma grata surpresa conhecer toda a história do Julian.
    A amiga dela é bem doidinha... é bom... e tb achei hilária a ironia da situação... ela ser terapeuta sexual e estar paradona... vai entender.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, tô querendo muito ler esse livro!!!!
    Mas o dindin tah pouco então terei que esperar!! kkk
    Adorei o post!

    beijoos

    Gih
    @GKastmaker
    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Cai de 4 arriada e apaixonada pelo Julián.
    Tbm leria de qualquer forma que fosse publicado!!

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM