05/11/2012

# Bestseller # Catherine Coulter

Catherine Coulter - A Duquesa - Bestseller 144



Leituras de Carol nº 672
Título original: The Wyndham Legacy

Inglaterra, 1813

Paixão e intriga
Por ser sempre serena e controlada, a filha ilegítima do conde de Chase é chamada de Duquesa. Após ficar órfã, ela recebe a inesperada notícia de que foi legitimada e transformou-se em uma herdeira. Porém, ao discordar das cláusulas do testamento de seu pai, ela descobre que a única maneira de consertar a situação é casando-se com seu teimoso primo... Dono de um temperamento explosivo, Marcus, o novo conde de Chase, fica revoltado ao saber das providências tomadas pelo tio e vai para Paris. Ele não imagina, contudo, que logo se verá preso a um casamento indesejado com a distante Duquesa. De volta à propriedade da família, os dois se deparam com a visita de parentes americanos em busca de um tesouro escondido. Enquanto isso, misteriosos atentados que põem em risco a vida de Duquesa aproximam o casal, trazendo à tona os reais sentimentos que têm um pelo outro...
Como tinha dito na resenha de "O Legado de Nightingale" eu comecei esta trilogia pelo livro do meio. Quando vi a aparição de Marcus e da "Duquesa" lembrei que tinha esse livro (comprado no rasante em Brasília em novembro de 2009) e lá fui eu ler a história.

Gostei muito da construção dos dois personagens, a "fria" (devido as circunstâncias e por isso o apelido) Josephine e o estouvado Marcus. Claro que personalidade tão fortes demoram um pouco a se ajustar e ainda tem um casamento de conveniência (forçado por ela) para deixar tudo ainda mais complicado.

A "transformação" da fria Duquesa em uma pessoa com alta carga emocional é ótima! E por tudo que o Marcus diz (quando o homem dispara a falar... sai de baixo) e como ela revida também me fez rir horrores.

A chegada dos parentes estadunidenses faz com que a parte dos diálogos insólitos esteja garantida (que tia bipolar é aquela gente!) e também possamos ver porque no segundo livro MArcus garante a North e Caroline que procurar tesouros é um dos passatempos da Duquesa.

Também gostei deste livro, meu receio é que se repita nessa trilogia o que aconteceu com os Vikigns, onde a autora estava com pressa de terminar e fez um livro completamente sem noção.




Legacy Trilogy

The Wyndham Legacy - A Duquesa - Bestseller 144
The Valentine Legacy - Jessie e James - Bestseller 154

2 comentários:

  1. Gostei da resenha, achei a história muito interessante.
    osto de livro que tenham essa rivalidade entre os personagens, um fica confontando o outro deve ser muito divertido ler essas conversas.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  2. Carol!
    Romances históricos são tudo de bom, apesar das intrigas mencionadas na resenha. Temos cenários e costumes totalmente diferentes, amo!
    Parabéns pela resenha.

    Não há satisfação maior do que aquela que sentimos quando proporcionamos alegria aos outros. (M. Taniguchi)

    Boa semana!!

    Blogueiras Unidas 1275!
    Luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM