[FECHAR]

22/02/2013

# Editora Valentina # Jane True

Nicole Peeler - Garota Tempestade - Editora Valentina



Leituras de Carol nº 696

Título original: Tempest Rising



Mesmo tendo passado a vida inteira na pequena e conservadora cidade de Rockabill, Jane True, 26 anos, sempre soube que não se encaixava numa sociedade pretensamente normal.Durante um de seus clandestinos nados noturnos no mar congelante, desafiando um perigosíssimo redemoinho, uma descoberta terrível leva Jane a revelações surpreendentes sobre sua herança genética: ela é apenas meio-humana.

Agora, Jane precisa penetrar um mundo de mitos e lendas, povoado por criaturas sobrenaturais, aterrorizantes, belas e até mortais. Características que também descrevem perfeitamente Ryu, seu novo “amigo” -- um vampiro poderoso, deslumbrante e hummm, aiii... muuuito SEXY.

Nesse mundo onde há um goblin advogado, um espírito de árvore maquiador, um súcubo dona de boutique, elfos diabólicos, homens inflamáveis, seres híbridos que se transformam em animais selvagens, nada é presumível. Mas, atenção, nunca, nunca mesmo, esfregue a lâmpada do gênio.

Agora, em Rockabill, alguém está matando meio-humanos como Jane. Uma pergunta não quer calar: os assassinatos são fruto de uma mente doentia ou há um plano macabro para exterminá-los?


No post que fiz falando deste lançamento eu comentei que tinha achado a capa um tanto quanto infantilizada, agora que li a obra, compreendo e reconheço os elementos da história que há nela, mas continuo com a mesma opinião.

Mas agora vamos falar da história. 
A publicidade em torno dessa nova série urban fantasy que está sendo lançada pela editora Valetina diz que se você gostou da série True Blood (Crônicas de Sookie StockHouse) com certeza vai gostar deste e fato de uma frase da Charline Harris estar na capa desse livro é ainda mais sintomático.

Não sou muito fã desse tipo de comparação, mas dessa vez a propaganda foi bem acertada. 

A esquisita da vez é Jane True. É famosa por ter "assassinado" o namorado e ter passado uma temporada em um hospital psiquiátrico. Alguns na cidade há amam, outros a odeiam, ou seja,  ela não passa desaparcebida em Rockbill.

No fundo, no fundo Jane sempre soube que era diferente. Até que em uma de suas nadadas costumeiras encontra o corpo de Peter Jakes, um escritor que estava de passagem por Rockbill.

A partir daí um mundo se abre para Jane. E para deixar ela ainda mais estupefata (adoro essa palavra, apesar de usá-la tão pouco), temos Ryu. Um tudodebomgostosoeveryhot vampirão que tem a missão de investigar o que aconteceu e... também apresentar Jane a ela mesma. 

Jane na verdade é um híbrido de humano e selkie e o mar a energiza (agora ela entende porque consegue nadar tão bem, não ser pega pelo redemoinho e não sente frio) e Peter Jakes não era um simples escritor estava lá para catalogar meio humanos.

A autora vai nos apresentando de forma didática uma miríade de seres sobrenaturais, para quem já leu outros livros com essa temática, algumas explicações são desnecessárias, mas se você nunca leu nada disso, vai se situar rapidinho.

Mas não pensem que apesar do histórico, Jane é uma coitadinha, pelo contrário, ela tem várias sacadas ótimas e sua intereção com o Ryu também é muito legal (com direito a comentários sarcásticos e insinuaçõe sexuais de parte a parte).

Enquanto Jane conhece quem é e de onde vem, mais seres fantásticos são assassinados e agora ela junto com Ryu vão investigar. 

Além da história em si o que me chamou a atenção foram as referências musicais, a filmes e até a desenhos animados (o sapo cantando Hello My Baby da Looney Toones me fiz rir pencas) e jogos de video game (chamar alguém de Ryu só me lembra Street Fighter), me identifiquei horrores (risos). 

Agora tem um senão... se você tem de 26 anos para baixo não vai reconhecer as referências. Nicole Peeler tem 34 anos (a minha idade) então ela usou referências do tempo dela (apesar de em algumas passagens citar algo mais atual como Harry Potter), boa parte do que ela cita no livro são do final dos anos 80 e início dos anos 90. Valia a pena algumas notas de rodapé situando as referências.

Jane True


Number One: Tempest Rising - Garota Tempestade
Number Two: Tracking the Tempest
Number Three: Tempest’s Legacy
Number Four: Eye of the Tempest
Number Five: Tempest’s Fury
Number Six: Tempest Reborn


Atualizado às 11h45

Recebemos a pouco em nosso email o booktrailer. Confiram

2 comentários:

  1. Gostei da história do livro, mas achei a capa muito estranha. Querendo ou não a capa vende o livro, e esta me lembra algum livro de 3ª série de pseudo-terror pra crianças.

    ResponderExcluir
  2. "Garota Tempestade vai para minha estante"
    https://twitter.com/And_Black
    https://twitter.com/And_Black/status/340479981966749696

    ResponderExcluir

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM