11/06/2014

0

A. G. Howard - O lado mais sombrio - Novo Conceito


 Leituras de Rebecca nº90

 Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real – o superprotetor Jeb –, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa.

Eu adoro o mundo de Alice no País das Maravilhas e adaptar esse tipo de tema sem virar clichê não é fácil. 
O livro é todo sob a perspectiva de Alyssa e começa falando sobre a realidade em que ela vive, andando de skate, sofrendo bullying da patricinha da cidade e morrendo de amores pelo seu melhor amigo Jeb.
Mas não por muito tempo, logo ela mergulha no mundo maravilhoso criado por A. G. Howard para tentar salvar sua mãe da maldição de loucura que acomete as mulheres de sua família.
Sua mãe está internada em um asilo desde que ela tinha cinco anos e viveu com o estigma da maldição. Ela mesma não está muito longe disso, já ouve os delírios das flores e insetos e, por isso, cria painéis com aranhas, borboletas e qualquer outro bichinho de jardim que ela possa encontrar. Além disso, tem que lidar com o drama do ensino médio, bem como o fato de que seu melhor amigo, e paixão secreta, namora a patricinha da cidade.
Numa noite de tempestade ela resolve encontrar a toca do coelho e acabar de vez com a palhaçada (menina de atitude! Adoro personagens fortes!) e faz essa viagem emocional/lunática/dark/fantástica. Eu adorei cada minuto dela.
Os personagens do Reino são fantásticos, estranhos, assustadores e lindos. Principalmente Morfeu, esta criatura é sedução pura! Elegante, lindo, voz de veludo, poderoso e acaba abalando as estruturas de Alyssa. Claro, além de ter que salvar sua família da maldição num mundo completamente maluco, ela tem que arrumar tudo que sua Tataravó aprontou no Reino das Maravilhas e ainda fica com o coração dividido entre dois amores. Mamão com açúcar né? Hahahahahha!
Recomendaria esta série para quem gosta de labirintos e coelhos apressados, mas cuidado pra não perder a hora do chá viu?


TRILOGIA "SPLINTERED"

1 - Splintered (2013) - O Lado mais Sombrio (2014)
1.5 - The Moth in the Mirror (2013 -
ainda não publicados no Brasil) - conto
2 - Unhinged (2014 -
ainda não publicados no Brasil)
3 - Ensnared (2015 -
ainda não publicados no Brasil)


0 comentários:

Postar um comentário