24/07/2017

0

Júlia Quinn - Os Mistérios de Sir Richard - Arqueiro


Leituras de Flavinha nº 651

Sir Richard Kenworth tem menos de um mês para encontrar uma esposa…
Por isso sabe que não pode ser muito exigente. Mas, quando vê Iris Smythe-Smith ao violoncelo no tradicionalmente desafinado recital de sua família, pensa que o destino trabalhou a seu favor. Ela é o tipo de garota que não atrai muitos olhares, porém algo o faz ter certeza de que é a escolha perfeita.
Iris Smythe-Smith já se acostumou a ser subestimada…
Com seu cabelo muito claro, a pele alva e o jeito discreto, ela quase sempre passa despercebida, ainda que seja a única do Quarteto Smythe-Smith que realmente sabe tocar um instrumento – não que alguém consiga escutá-la em meio à cacofonia dos concertos. Por isso, quando o charmoso Richard Kenworthy pede para ser apresentado a ela, Iris fica envaidecida, mas também desconfiada.
E quando o pedido de casamento dele se transforma numa situação comprometedora, Iris tem a sensação de que ele está escondendo algo… ainda que Richard pareça mesmo apaixonado e que o coração dela esteja implorando para que diga sim.

Então, acho que esse foi diferente. Talvez porque os outros rapazes da série ao se juntarem com as mocinhas o quarteto tinham uma ligação. Já Richard cai de para-quedas no Recital das Smythe-Smith. Outra coisa é que eles se conhecem no recital do ano seguinte ao dos livros anteriores. Podem me chamar de chata, mas eu gosto dos padrões seguidos nos romances.

Sir Richard precisa de uma esposa urgentemente e não pode demorar muito. O plano é comprometer alguma jovem que tenha um bom dote e partir para sua propriedade no interior. Daí que ele vai no recital das Smythe-Smith e percebe que talvez Iris seja uma melhor escolha para o seu plano. Afinal, ela não tem pretendentes e nem um dote tão vultuoso. Assim começa a cortejá-la.

Iris apesar de sentir que há algo errado nessa corte tão inesperada e insistente, se encanta por Richard. E começa mesmo a se apaixonar por ele. Então, quando ela está irremediavelmente apaixonada, descobre o mistério por trás do pedido de casamento de Richard.

Entendi os motivos de Richard para fazer o que fez e até entendi ele só pensar em uma saída para resolver seu problema, mas o que eu não entendi foi a Iris não ter rodado a baiana, feito um escarcéu, sei lá! Dar na cara dele ou sumir por uns tempos. Parecia até um cordeirinho (o que não condiz muito com a personalidade dela).

Achei o final ótimo (apesar de ser corrido), a autora conseguiu achar uma solução plausível e viável nas circunstâncias, mas  sei lá! parece que a Júlia quis finalizar logo e o epílogo também é tão corrido e superficial...

Mas enfim.
Amo os romances da Júlia Quinn amei a série no geral (o livro 3 é meu preferido).

Série Quarteto Smythe-Smith
01 - Simplesmente o paraíso
02 - Uma noite como esta
03 -  A soma de todos os beijos
04 - Os mistérios de Sir Richard


0 comentários:

Postar um comentário