19/07/2017

0

Júlia Quinn - Uma Noite como Esta - Arqueiro


Leituras de Flavinha nº 649

Anne Wynter pode não ser quem diz que é…
Mas está se saindo muito bem como governanta de três jovenzinhas bem-nascidas. Seu trabalho é bastante desafiador: em uma única semana ela precisa se esconder em um depósito de instrumentos musicais, interpretar uma rainha má em uma peça que pode ser uma tragédia ou, talvez, uma comédia – ninguém sabe ao certo – e cuidar dos ferimentos do irresistível conde de Winstead. Após anos se esquivando de avanços masculinos indesejados, ele é o primeiro homem que a deixa verdadeiramente tentada, e está cada vez mais difícil para ela lembrar que uma governanta não tem o direito de flertar com um nobre.
Daniel Smythe-Smith pode estar em perigo…
Mas isso não impede o jovem conde de se apaixonar. Quando ele vê uma misteriosa mulher no concerto anual na casa de sua família, promete fazer de tudo para conhecê-la melhor, mesmo que isso signifique passar os dias na companhia de uma menina de 10 anos que pensa que é um unicórnio.
O problema é que Daniel tem um inimigo que prometeu matá-lo. Mesmo assim, no momento em que vê Anne ser ameaçada, ele não mede esforços para salvá-la e garantir seu final feliz com ela.

Confesso que demorei um pouco para engatar a leitura desse livro. Os primeiros capítulos parecem se arrastar e você demora a se envolver na história de Daniel Smythe-Smith e Anne Winter. Porém, em dado momento do livro a coisa toda engrena e aí sim, o livro prende de um jeito que é preciso devorá-lo para saber o final.

Vimos no livro anterior que Anne substituiu Sarah ao piano no famosos Sarau musical das Smythe-Smith. E que Daniel se encantou com ela no instante que a viu, o maravilhoso "amor a primeira vista". Logo depois ela cuida dos ferimentos do moço e bem... também se encanta com Daniel.

O problema é que Anne esconde segredos do passado, quando um erro de uma adolescente fútil (ela mesma) a põe em maus lençóis. E Daniel... bem, sabemos que o nosso mocinho também fez besteira e acabou exilado de Londres.

Mas, mesmo com tantos impedimentos, principalmente o social, afinal Anne é uma governanta, é impossível conter a paixão que nasce entre eles. Mas o passado acaba por chegar até eles na forma de uma ameça a suas vidas. A pergunta é: O passado de Anne ou o passado de Daniel?

Não deixem de conferir esse romance, essa série. E não se deixem abater pelos primeiros capítulos. Posso garantir que a leitura flui de forma espetacular e que esse é sem dúvidas, um dos melhores livros da Júlia Quinn.

Recomendo!

Série Quarteto Smythe-Smith
01 - Simplesmente o paraíso
02 - Uma noite como esta
03 -  A soma de todos os beijos

04 - Os mistérios de Sir Richard


0 comentários:

Postar um comentário