20/02/2014

1

Lisa Kleypas - Tentação ao pôr-do-sol - Arqueiro


Leituras de Carol nº 780
Título original: Tempt Me at Twilight

Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.

Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.

Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.

Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.
Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.


Quando comecei a ler esse livro e conheci o Henry duas coisas distintas passaram pela minha cabeça.
A primeira foi a musiquinha da história animada dos Três Porquinhos "Quem tem medo do lobo mau, lobo mau, lobo mau" (risos). A segunda coisa foi Maquiavel. Aquele que em sua mais famosa obra "O Príncipe" dizia que "os fins justificam os meios". Com isso Henry se mostrou para mim quase como um anti herói. Ele não mede esforços (e nem escrúpulos) para ter Poppy em sua vida. Mas vamos ao começo da história.

A família Hathaway está em Londres para mais uma temporada e como eles escolheram não ter uma casa na cidade (mesmo com a "maldição" de Cam em fazer dinheiro) eles se hospedam no Rutledge, um dos mais conceituados hotéis de Londres.

Poppy está em sua terceira temporada e dessa vez se encantou (e é correspondida) por Michael, mas nem tudo são flores, apesar da apaixonada troca de correspondências, o pai de Michael não vê o relacionamento com bons olhos, afinal a família Hathaway não tem tradição aristocrática (Leo se tornou visconde por causa do destino trágico dos descendentes diretos do títulos) e isso impede que o rapaz faça a proposta de casamento. E é um carta que permite o encontro entre o casal protagonista o danadinho do furão pega a carta e sai pelos corredores do hotel e acaba dentro dos aposentos de Henry. Os dois ficam impressionados um com o outro, pois Poppy é mais versada em várias áreas do conhecimento e Henry tem as suas predileções intelectuais.

Henry então junta a "fome com a vontade de comer", ele sabe que precisa casar e quer, a qualquer custo, que Poppy seja sua esposa. Ele não titubeia em armar uma situação que deixa Poppy sem saída a não ser aceitar casar com ele.

Antes do casamento Poppy descobre o ardil de Henry, decide casar-se com ele, mas faz uma promessa solene de não dar-lhe o amor. 

Como era de se esperar (mas nem por isso, menos empolgante) Lisa Kleypas ao colocar o casal, vivendo um casamento faz com que eles se conheçam e comecem a perceber que a afinidade vai além do leito. Poppy percebe que aquele homem inteligente, duro e por vezes inflexível teve uma vida difícil e que sua personalidade foi forjada da forma mais difícil. Henry percebe que ele pode ser feliz. 

Mas é claro que a história não fica somente na vida do casal, os personagens secundários (funcionários do hotel) têm papel importante na trama. Isso sem contar com a interatividade familiar entre os Hathaway. E Lisa, já vai delineando como será o esperado romance entre Leo e a srta Marks e vislumbres de como é Beatrix já praticamente adulta. 

Mais uma vez fico contente em ver que a Editora Arqueiro ouviu os leitores e está trazendo as histórias de Lisa Kleypas e a cada livro que leio sempre penso "Caramba, já podíamos ter lido essas histórias maravilhosas antes".

Série Os Hathaways:

1. Mine Till Midnight -  Desejo à meia-noite - Cam Rohan e Amelia
2. Seduce at Sunrise -  Sedução ao amanhecer - Win e Kev Merripen
3. Tempt Me at Twilight -  Tentação ao pôr do sol - Henry e Poppy
4. Married By Morning
5. Love In The Afternoon 

Um comentário: