[FECHAR]

05/11/2014

# BDB # Black Dagger Brotherhood

J. R. Ward - O Rei - Universo dos Livros


Leituras de Flavinha nº 555

Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma furiosa guerra entre vampiros e seus assassinos. Há uma Irmandade secreta, sem igual, formada por guerreiros vampiros defensores de sua raça. Depois de recusar seu trono por séculos, Wrath finalmente assumiu o manto de seu pai – com a ajuda de sua amada companheira. Mas a coroa pesa fortemente em sua cabeça. Enquanto a guerra com a Sociedade Redutora continua, e a ameaça vinda do Bando de Bastardos está prestes a acontecer, Wrath é forçado a fazer escolhas que colocam em risco tudo e a todos. Beth Randall pensou que sabia em que estava se metendo quando ela se relacionou com o último vampiro puro-sangue no planeta: não seria nada fácil. Mas quando ela decide ter um filho, percebe que não está preparada para a resposta de Wrath – ou o afastamento que essa decisão criaria entre eles. A questão é: o amor verdadeiro vencerá... ou será derrotado pelo passado sombrio?

Quem me conhece ou lê o blog há um tempinho sabe que sou apaixonada pelos homens no comando (das séries, mentes poluídas!). Dessa forma, não é muito difícil saber que meu coração iria pender desde o início para o Wrath. Mas não é só isso, gente! Eu sou louca, apaixonada, arriadinha dos quatro pneus pelo Rei! E mesmo para aqueles que tem outros preferidos na série da Irmandade da Adaga Negra, vai ser difícil não ficar suspirando pelo meu Rei! Sim, porque apesar da Beth, o Wrath é meu e ninguém tasca!

Quanto ao livro. O número doze da série é claramente um livro de transição. Assim como o livro do Phury (que a maioria das pessoas desprezam, tadinho) marca o fim da supremacia da Vaca Escriba, aqui temos o início da supremacia do Wrath. Não, eu não estou louca. Eu sei que o não é de hoje que ele é o Rei. Mas, nesse livro temos mais que a aceitação do cargo. Depois de muito tempo insatisfeito com a "vida real", vemos Wrath  se convencer que pode ser um bom Rei, que pode fazer muito pelo povo e que é digno do legado de seus pais. Isso é lindo! E assim, é impossível não odiar os "coxinhas" da Glymera! Bando de gente escrota que acha que pode tudo. Mas meu Rei pode mais e deixa isso bem claro!  Falando nos pais do Wrath, o livro é recheado com flashes da história deles. Uma história apaixonante, viu? Gostei muito.

Beth, nesse livro está "a louca dos hormônios". Tadinho do meu Rei! Até ele acompanhar as mudanças em sua vida, sofre um bom bocado! As soluções que a Ward deu para uma gestação entre um vampiro e uma meio-vampira foram ótimas. Ponto pra ela, que ao meu ver não deixou brechas. E nossa, tem uma cena, em que o rei recebe uma visita especial no meio da noite que eu quase chorei. E olha, tenho que admitir. Minha sócia realmente ama o Wrath. Muito. E gente, algumas cenas do casal real são de emocionar qualquer um!

John também tem uma participação importante nesse livro. Ao que parece, ele vai começar a controlar a influência do espírito de Darius... Ou não. A Ward é doida. Vai que ela decide separar os espíritos? Ou dividir o espírito em dois? Ou trazer o Darius de volta? Não duvido nada. 

Assail, ganhou uns pontinhos comigo (apesar de ser um viciado cheirador de pó). Não sei como a Ward vai fazer pra ele se livrar do vício e ficar com a Sola. Tem clínica de reabilitação para vampiros em Caldwell? Dá pra ver a história desses personagens se formando. E ainda tem os redutores que agora são traficantes! O_O

Xcor e Laila é outro casal que podemos ver a evolução do casamento. E well, o bastardo apaixonadinho tá ficando bonitinho de se ver. E a Laila arrumou uma ótima desculpa pra dar ficar com ele.

Já quero o livro dos sombras! Trez e Selena tem tantos problemas individuais que quero ver como a Ward vai juntar os dois. Já sobre o iAm.... 


Fã: Será que iAm fará sexo? 
JRW: Sim... Mas eu não estou dizendo com quem.
Fã: Será que os gêmeos compartilham uma companheira?
JRW: Não, cada um obterá a sua própria.
Fã: O casal do iAm será do sexo feminino?
JRW: Sim, o seu casal é do sexo feminino, mas eu não estou dizendo quem hoje.
                                                                                           (Black Dagger Lovers)


Apesar do que a Ward disse numa das entrevistas que deu, posso sonhar que ele o Saxton vão ficar juntos? Porque não há dúvidas de que além de um ótimo cozinheiro, o sombra é um macho de valor e cheio de amor pra dar (vide seu apego ao gato!). E o Saxton merece um amor, né?


Lassiter rouba a cena sempre que aparece. Seria outro bom par para o iAm já que adora um programa de culinária. (ele assiste ao programa Hells Kichen!, que no Brasil passa no SBT, aos sábados 18h, apresentado por Carlos Bertolazzi, com o nome Cozinha sob Pressão). Conseguem seguir meu raciocínio? Maaaaaaaaaas, se a Ward der uma fêmea pro iAm podia juntar o Lassiter com o Saxton! Também não me incomodo! kkkkkkkkkkkkkkkk

Bem, devo confessar que apesar de gostar das histórias paralelas, queria mais do meu Rei! Mas entendo que a Ward quis fechar um ciclo e dar início a outro e assim como em Amante Sombrio para os Amantes, O Rei é uma ótima introdução para essa nova fase dessa série maravilhosa!

Amei!

Recomendadíssimo!

Irmandade da Adaga Negra 
Amante Sombrio - Wrath - Flavinha
Amante Eterno - Rhage - Carol
Amante Desperto - Zsadist - Flavinha / Carol
Amante Revelado - Butch - Carol
Amante Liberto - Vishious - Carol / Flavinha
Amante Consagrado - Phury - Carol / Flavinha
Amante Vingado - Rhevenge - Carol / Flavinha
Amante Meu - John - Carol / Flavinha
Amante Libertada - Payne - Flavinha
Amante Renascido - Thor - Flavinha
Amante Finalmente - Qhuinn e Blay - Flavinha
O Rei - Wrath - Flavinha
Os Sombras - Trez e iAm -
A Besta - Rhage -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POR ONDE AS ROMÂNTICAS PASSARAM